sábado, 25 de abril de 2015

A Menina Pira : Al Pacino

Se você estava sentindo falta do "A Menina Pira", resolvi voltar com um ator que é muito especial para mim : Al Pacino. Quem já conhece o blog sabe que essa sessão não é somente para mostrar homens que piramos com a beleza, mas sim também os que nos deixam encantadas com seu talento.
Vou confessar que Al Pacino sempre foi um homem lindo para mim, adoro lembrar do jeito dele em filmes como O poderoso chefão, O Pagamento Final e Perfume de Mulher



















Para comemorarmos com ele que hoje completa 75 anos, o A Menina pira é sobre um dos maiores atores que esse mundo já viu.
Alfredo James "Al" Pacino (Nova Iorque, 25 de abril de 1940) é um ator e cineasta norte-americano. É mais conhecido por interpretar mafiosos, especialmente Michael Corleone na série de filmes The Godfather e Tony Montana em Scarface, e muitas vezes interpretou personagens do outro lado da lei — como um policial, um detetive ou um advogado.
Ganhou o Oscar de Melhor Ator no 65ª Prêmio da Academia por sua atuação como Frank Slade pelo maravilhoso filme Perfume de Mulher. Antes de sua vitória já havia recebido sete indicações ao Oscar, incluindo uma naquele mesmo ano. A Academia muitas vezes é injusta, como pode alguém tão bom só ter ganho uma única vez a estatueta

Fez sua estreia no cinema em 1969 no filme Me, Natalie em um papel menor de apoio, antes de atuar o papel principal no drama The Panic in Needle Park, de 1971. O grande avanço de sua carreira veio em 1972, com o papel de Michael Corleone em The Godfather, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Suas outras indicações ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante foram por Dick Tracy e Glengarry Glen Ross. Suas indicações ao Oscar de Melhor Ator Principal incluem The Godfather: Part II, Serpico, Dog Day Afternoon e ...And Justice for All.

Além de sua carreira no cinema, tem desfrutado de uma carreira de sucesso nos palcos, ganhando os Prêmios Tony por Does a Tiger Wear a Necktie? (1969) e The Basic Training of Pavlo Hummel (1977). Fã de longa data de Shakespeare, fez sua estreia na direção com Looking for Richard, um quase-documentário sobre a peça Richard III. Al Pacino recebeu inúmeros prêmios pelo conjunto da obra durante sua vida, incluindo um do American Film Institute. É um ator do método, tendo recebido aulas principalmente de Lee Strasberg e Charles Laughton no Actors Studio, em Nova Iorque.
Ao lado de Robert De Niro é sempre lembrado quando as pesquisas perguntam qual ator fez melhor o papel de mafioso?
Em recente entrevista ao jornal El País para lançar no festival de Veneza o filme O último ato  o ator revelou o que vemos abaixo:
Cada um faz o que pode, e há um tópico que faz casais desfeitos continuarem unidos pelo bem de seus filhos, pelo espírito familiar. Sei que é complicado para um filho crescer sem a atenção de seus pais [Pacino fez um desvio em sua resposta: fala de si mesmo, de Alfredo James, filho de Salvatore Pacino e Rose Gerardi, que se divorciaram quando seu filho era quase um bebê]. Eu mesmo não fui um bom pai para Julia [sua filha mais velha, que teve aos 49 anos], e as coisas melhoraram com os gêmeos [Anton e Olivia, que nasceram quando tinha 61]. Sabe o que é um prazer? Ver como vão passando os anos nos três. Sem dúvida os pequenos afetaram diretamente a minha vontade de trabalhar, porque na verdade prefiro passar o tempo com eles. Mudei-me por 11 anos para Los Angeles porque a mãe deles [a atriz Beverly D'Angelo] vive ali. Cresceram com minha presença, algo que não dei a Julia. Eu quase não conheci meu pai, quem criou a dinâmica familiar para mim foram minha mãe e meus avós... Tenho lembranças maravilhosas, embora tenha sido difícil me aceitar, não fui bom aluno – basta ver minhas notas. Agora espero que meus dois pequenos estejam desfrutando das duas casas, porque em cada uma brincam de coisas que na outra não podem [ri]. Aprendi também a falar muito com a mãe sobre eles, para ver como estão progredindo...”.
Avesso as badalações da vida de astro de Hollywood o ator sempre foi discreto com suas conquistas e a demora em ser pai só o fez ter mais ciência de que a carreira de excessos nunca faria bem a ninguém, nem mesmo a ele.
Difícil falar do ator  e não lembrar de seus personagens marcantes , de suas falas e de sua voz. Não me lembro de ter gostado de cinema sem citá-lo. Al fez uma série de filmes que considero favoritos como os já citados acima e outros como Fogo Contra Fogo, Scarface e Um dia de Cão.
Al é mestre na arte de atuar e em seu recente filme - que fiz a crítica aqui  no blog - Não olhe para trás , fica difícil não achar que ele rouba todas as cenas para si com tamanho talento.




Pacino já foi casado com a atriz Beverly D'angelo e com ela teve dois filhos gêmeos. Também tem uma filha mais velha chamada Julie. 
COM A FILHA JULIE QUE HOJE TEM 25 ANOS

COM BEVERLY E OS FILHOS GÊMEOS

COM A NAMORADA ATUAL LUCILA SOLA


Na vida real, assim como em seu último filme, Al tem namorado moças mais novas, Lucila tem 35 anos e está com ele há cerca de pouco mais de 2 anos.
Esse ano o ator já teve 2 filmes lançados no cinema brasileiro, a gente espera que venham muitos mais e que a gente ainda comemore muitos aniversários com ele <3!


3 comentários:

  1. Falar de Pacino, como de outro grande dinossauro do cinema, como DeNiro,Freeman,Kline,Conery...é sempre complicado. Por que tudo que for dito ou escrito, ainda é pouco comparado ao talento destes grandes feras.
    Como fã de cinema, Pacino é um dos meus favoritos..sempre! Difícil enumerar um trabalho que seja ruim de fato..e os bons? Uma lista enorme!
    Perfume de Mulher é um dos favoritos, mas também adoro um que não fez tanto sucesso assim, Você Não Conhece o Jack..que traz um tema difícil, mas brilhantemente estrelado.
    Outro que amo de paixão é Advogado do Diabo!!!
    Adorei a coluna(Novidade, né?rs)
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Devo confessar que ainda não vi muitos filmes do Pacino, embora sempre faça isso quando descubro que ele atua no filme. Adoro Scarface e Perfume de Mulher, porque acho a atuação dele nesses dois simplesmente brilhante. Adorei o post porque deu para conhecer um pouquinho mais da vida dele.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Não vi todas as obras que o Pacino fez mas as que vi ele sempre fez com excelente interpretação. Não sou fã como você, porém, o admiro tanto quanto. Ele é um divo que merecia sim ganhar muitas outras estatuetas mas infelizmente só ganhou uma. Ele é divo hoje e será sempre mesmo depois de sua partida.
    Amei o menina pira da vez. Por favor, faça mais vezes. Beijos

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)