segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

[Evento] Comic Con Experience SP - Sábado




























A Comic Con Experience desse ano foi muito criticada, seguindo os moldes do padrão gringo a imensa convenção criada em 2014 e que tem como sede a cidade de SP - em 2017 tivemos uma edição no Recife também- chegou em sua 4ª edição com muitos desfalques. 
O evento em si é um espaço imenso onde por 4 dias toda as lojas voltadas para o universo Nerd & Geek, quadrinistas de diversos países e atores brasileiros e estrangeiros se encontram e o público tem também momentos mais próximos deles nas caras fotos ops. 
Essas consistem em serem as fotos que podemos chegar mais próximos de nossos ídolos, por um valor bem caro para nosso desvalorizado dinheiro - a foto mais barata dessa edição custava 50 reais e a mais cara 350 reais! Mas falarei mais sobre isso na postagem do 2º dia. 

sábado, 16 de dezembro de 2017

[Resenha ] A Lógica Inexplicável da minha vida @editoraseguinte

Título Original: The Inexplicable Logic of my life
Título no Brasil: A Lógica Inexplicável da Minha vida
Autor: Benjamin Alire Sáenz
Editora Seguinte
Número de págs: 442
#175



Se vocês nunca leram Benjamin Alire Sáenz não sabem  o que estão perdendo. Primeiro porque seus livros são tão maravilhosos quanto os do também especialista em literatura LGBT : David Levithan. Acabei demorando para pegar o livro para leitura mas agora que finalmente consegui - e foi daquilo tipo "vou começar esse, ah mas é imenso deve demorar e acabar em DOIS DIAS! - ler finalizei muito rápido.
Benjamin arrasa. Vamos à história.

Menina que via Filmes: A Origem do Dragão [Crítica]

Título Original: Birth of the Dragon
Título no Brasil: A Origem do Dragão
Data de lançamento 28 de dezembro de 2017 (1h 43min)
Direção: George Nolfi
Elenco: Philip Ng, Yu Xia, Billy Magnussen mais
Gêneros Ação, Biografia

Nacionalidades China, EUA









por Bianca Silveira


A Origem do Dragão é um filme inspirado na icônica luta de Bruce Lee (Philip Ng) e Wong Jack Man (Yu Xia). Bruce Lee foi um dos mais influentes artistas de artes marciais. Antes de se tornar um famoso ator Bruce já dava aula de artes marciais nos Estados Unidos. Wong Jack Man, diz a lenda, desafiou Bruce para um duelo para resolverem suas divergências.

[Resenha] A Melodia Feroz @editoraseguinte

Título Original: This Savage Song
Título no Brasil: A Melodia Feroz
#1 Série Monstros da Violência 
Autora: Victoria Schwab
Editora Seguinte
Número de págs: 378
#174
















A primeira coisa que devo informar nessa resenha é que iniciei a leitura desse livro em setembro quando a autora esteve no Brasil para a Bienal do Livro do RJ. Comecei nessa data na fila para escritora para depois demorar muito para finalizar a leitura, acho que isso deu uma desanimada. O ritmo de escrita de Victoria - lembrando que esse é o único livro que li dela por enquanto, as outras resenhas no blog não são minhas -  não me serviu durante os primeiros 50%, talvez se tivesse lido em sequência, insistido, seria mais fácil, mas uma vez que a segunda metade começou, a história me cativou tanto que eu esqueci o como levei tempo para me adaptar a um ritmo um tanto quanto devagar de contar a história.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

[Resenha] Hibisco Roxo @cialetras

Título Original: Purple Hibiscus
Título no Brasil: Hibisco Roxo
Autora: Chimamamda Ngozi Adichie
Editora Companhia das Letras
Número de págs: 324
Tradução de Júlia Romeu
#173






Sou completamente apaixonada pela escritora da Chimamanda Ngozi Adichie. porque ela sempre me leva para um mundo  que ao mesmo tempo é distante da minha realidade mas no fundo é bem próximo. A nigeriana fala sobre abusos, sobre machismo, sobre racismo e em um país como nosso onde o Censo já aponta um número maior de negros, uma violência diária contra mulheres e um julgamento de internet cada vez mais forte ela se faz essencial, assim como toda a leitura de seus livros. . Dessa vez ela nos apresenta Kambili, uma protagonista tão forte e apaixonante que já lhe aviso que acho impossível não se ver nela em algum momento  e não se sentir conectada .Um ponto sempre marcante em suas narrativas são o papel da mulher na sociedade, o como ela pode ser forte e o como unidas somos ainda mais poderosas, já aviso que não é um livro de leitura fácil. A cada página e a cada verdade dói no leitor sabermos que é tão mais pesado ou igual à vida real de muitas famílias.