quarta-feira, 18 de outubro de 2017

[Resenha] Como Falar com Garotas em Festas + Crítica do Filme


























Título Original: How to Talk to Girl At Parties
Títulono Brasil : Como Falar com Garotas em festas
Autores: Neil Gaiman/ Fábio Moon e Gabriel Bá
Editora: Quadrinhos na CIA
Número de págs: 78
# 141


Quando li o conto de Gaiman em e-book eu amei, tem até a resenha aqui no blog. Foi um de meus primeiros e-books lidos, e como sabem sou super fã do jeito eclético com que Gaiman conta suas histórias, não há um gênero único, ele consegue escrever e bem sobre muitos assuntos.
Assim sendo, quando a Compahia das Letras avisou que lançaria a versão em quadrinhos eu curti ainda mais, adoro ler HQs, ainda mais adaptadas de histórias que já conheço. Dessa vez a obra chega em um formato interessante, pelas mãos de 2 brasileiros, os gêmeos ilustradores Fábio Moon e Gabriel Bá, esse ano resenhei outro livro adaptado deles, o Dois Irmãos!

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Menina que via Filmes : Uma Razão para Recomeçar [Crítica]

Título Original: New Life
Título no Brasil: Uma razão para recomeçar
Direção: Drew Waters
Elenco: Bill Cobbs, Erin Bethea, James Marsters, Terry O´Quinn, Jonathan Patrick Moore,
Ano: 2017
Gênero: Drama
#99assistido
#100criticado










Alguns filmes nem sabemos porque são feitos, na verdade se não são baseados em histórias reais me pergunto qual a necessidade de tanta tragédia?
Em Uma Razão para Começar uma família se muda do Reino Unido para os Estados Unidos, Ben ( Jonathan Patrick Moore) é o menino britânico que conhece Ana ( Erin Bethea) quando tem apenas 5 anos, os dois crescem como melhores amigos, claro que se apaixonam na formatura e começam a namorar mas são separados pela vida na faculdade já que cada um passa para uma diferente, sim, tão mais do mesmo que já deu sono!

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Degustando Palavras - 3ª edição!


























Oi gente!!! Se você é do Rio e AMA livros e acha que eles ficam melhores ainda acompanhados de pratos saborosos, então essa postagem foi feita sob medida para você!
Em sua 3ª edição o Desgutando Palavras trará 5 encontros que envolverão a experiência de misturar a Arte e a Literatura com nomes que amamos  e com pessoas de nome do mercado editorial como Ana Roldão. Para completar  a curadoria é de um nome que vocês já conhecem se acompanham o blog: Michelle Strzoda.  
Se interessaram? Então vem comigo que o cardápio é variado e você pode optar por assistir a uma aula somente ou pelo pacote! E já aviso que estarei por lá alguns desses dias, então vamos curtir essa maravilha juntas ;)

Menina que via Filmes: A Morte Te Dá Parabéns [ Crítica]

Título Original: Happy Death Day
Título no Brasil: A Morte Te Dá Parabéns
Direção: Christopher Landon
Elenco: Jessica Rothe, Charles Aitken, Rachel Matthews, Ruby Modine, Israel Broussard
Ano: 2017
Gênero: Terror, Mistério
#98assistido
#99criticado












Tree ( Jessica Rothe) é aquela jovem insuportável que vemos em filmes americanos. Uma Regina George versão College. Ela acaba de acordar no quarto de um rapaz estranho em outro dormitório da faculdade, Carter ( Israel Broussard) é fofo com ela, mas ela é seca, sai batendo a porta e pouco se lixando pro resto do mundo, ela é debochada e egoísta. Hoje é seu aniversário, ela joga o cupcake que sua colega de quarto preparou para ela, falta o almoço com seu pai e odeia lembrar que é seu aniversário. 

Menina que via Filmes: Blade Runner 2049

























Título Original: Blade Runner 2049
Título no Brasil: Blade Runner 2049
 Direção: Dennis Villeneuve
Elenco: Ryan Gosling, Harrison Ford, Ana de Armas, Jared Leto, Robin Wright
Ano: 2017
País; EUA, Canadá, Reino Unido
Gênero: Ficção
#97assistido
#98criticado


É importante mencionar que Blade Runner foi um dos primeiros filmes que assisti na companhia de meu pai e que me lembro ainda criança de ter me encantado por Harrison Ford, astro que depois eu veria em inúmeros filmes que amo. Por essa razão saber que ele faria essas continuação foi um presente, mas uma grande decepção quando o filme começou.