segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Menina que via Filmes: Sadece Sen [Crítica]

Título Original: Sadece Sen
Data de Lançamento: 13 de Março de 2014 (1h 45 min) 
Direção: Hakan Yonat
Elenco: Belçim Bilgin,Ibrahim Çelikkol ,Kerem Can 
Gênero: Drama, Drama Estrangeiros 
Nacionalidade: Turquia









por Letícia Nascimento

Sinopse: Um ex-boxeador se apaixona por uma mulher cega e começa a construir uma nova vida, mas seu passado violento ameaça a vida do casal


Mais um filme com o maravilhoso do Ibrahim Çelikkol e , com certeza minha atriz turca preferida,  a incrível Belçim Bilgin.
O filme começa com Hazel, que ficou cega depois de um acidente de carro onde  perdeu os pais e Ali um ex lutador de boxe lutando para sobreviver. Hazel trabalha em uma empresa de telecomunicação e sempre ouve televisão com seu tio no estacionamento, mas num belo dia, ela conhece  Ali. Desde o início, Ali fica encantado com Hazel e é tão engraçado que ele não consegue conversar com ela, visto que ele  sempre ficava o encarando e isso aumentava o seu encanto por ela.

[Resenha] Apenas um Toque @thegiftboxbr





































Título Original: Apenas Uma Noite
Autora: M S Fayes
Editora The Gift Box
Formato lido: e-book
Número de págs:324
#26

Vou começar informando que não conhecia a escrita de Martinha Fagundes, ou, como é como é conhecida: MS Fayes. Recebi o e-book de parceria da The Gift Box e me encantei demais com o jeito gostoso que ela escreve, daqueles que parece uma amiga te contando um babado, sabe? Por essa razão já aviso que acho difícil vocês não se apaixonarem por Adam, o mocinho da história.
E sim, ele é um homem rico mas segurem a curiosidade porque ele não é exatamente como os outros, na verdade se tem alguém que pode ser que lhe irrite na leitura é nossa protagonista, Mila, que não esqueceu um grande trauma e por causa dele toma algumas atitudes impensadas. 

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Menina que via filmes: Kahaani [Crítica]

Título Original: Kahaani
Data de Lançamento:09 de março de 2012(2h 1min)
Direção: Sujoy Ghosh
Elenco: Vidya Balan, Parambrata Chatterjee, Dhritman Charttejee
Gênero: Filmes Estrangeiros, suspense 
Nacionalidade: Índia
Formato visto: Netflix











por Letícia Nascimento

Sinopse: Grávida e sozinha, uma mulher começa a incansável busca por seu marido desaparecido e acaba descobrindo que nada é o que parece ser.


Esse filme é único. Ele me pregou uma peça até o final porque ele  é muito louco já que nada é o que parece ser e não tem como eu fazer essa crítica sem dar um pequeno spoiler.
Grávida e sozinha, Vidya, começa uma imensa procura pelo seu marido Arnb que desapareceu depois de uma viagem. No início a polícia achava que era mais um caso de abandono de lar, mas nada é o que parece ser. Com ajuda de um policial  eles começam uma busca incansável atrás do marido dela.
Mas eu já disse que tudo o que a gente acredita que seja não é de verdade, certo?  Guardem bem estas palavras! A todo tempo, na busca incansável pelo  marido percebemos o tamanho do amor que  Vidya tem por ele. Confesso que até o final do filme eu torci muito para ele aparecer, mas.....as coisas mudam, inclusive nossos sentimentos em relação aos personagens. 

[Resenha] Aparecida @editoraleya





























Título Original: Aparecida
Autor: Rodrigo Alvarez
Editora Leya
Número de págs: 320


por Bianca Silveira


Todos conhecemos Nossa Senhora Aparecida, a Santa mais famosa
do Brasil e mesmo que você não seja muito religioso, mesmo que você não seja católico, você com certeza já ouviu falar dela. Se você acha que não sabe de quem estou falando vou dar uma dica: Dia 12 de outubro é feriado nacional em sua homenagem (Não, o feriado não é pelo dia das crianças).
Dia 12 de outubro é o dia da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. Em 2017 foi comemorado os 300 anos do surgimento da santa e por conta da ocasião foi lançado o livro que nos traz toda a sua história, desde quando foi encontrada no rio por pescadores, sua origem e algumas curiosidades.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Menina que via Filmes: O Sacrifício do Cervo Sagrado [Crítica]

Título Original: The Killing Of A Sacred Deer
Título no Brasil: O sacrifício do cervo sagrado
Data de lançamento 8 de fevereiro de 2018 (2h 01min)
Direção: Yórgos Lánthimos
Elenco: Colin Farrell, Nicole Kidman, Barry Keoghan mais
Gêneros Drama, Fantasia

Nacionalidades Reino Unido, Irlanda
#14




por Raffa Fustagno

ESSA CRÍTICA TEM SPOILERS!!!! NÃO LEIA SE VOCÊ AINDA NÃO VIU O FILME!!!
Não faça como eu: não vá ao cinema sem saber nada do diretor, apenas porque tem 2 atores que ama no elenco como Colin Farrell e Nicole Kidman. O filme foge e muito da maioria dos filmes que conhecemos com eles, aliás, faça melhor, veja filmes do diretor Yórgos Lánthimos e se curtir, encare esse filme no cinema.
Dito isso, ainda devo avisar que erroneamente escolhi esse filme para uma tarde chuvosa em família no Carnaval, levei minha sogra, marido e meus pais para o filme mais incomum que já assistiram. Ok, talvez eu tenha visto com meu pai outros filmes bem diferentes mas geralmente minha mãe é minha companhia para filmes europeus, romances e indicados ao Oscar.