sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

[Resenha] Eu Sou Dinamite - A vida de Friedrich Nietzsche


Título Original: I Am Dynamite! A life of Nietzsche
Título no Brasil: Eu sou Dinamite! A vida de Friedrich Nietzsche
Autor: Sue Prideaux
Tradução de Claudio Carina
Editora Planeta de Livros Brasil 
Nº de págs: 430
#03


Confesso que meu conhecimento  sobre Nietzsche antes de ler esse livro era muito insignificante. Na escola uma amiga minha colocava frases dele e de Goethe nas famosas agendas que eram febre na época, eu nunca achava as tais frases tão representativas, mas mais tarde conheci na faculdade um grupo de amigos que estudava seus textos no intervalo. Eu obviamente lia Stephen King nesse momento.
O livro em questão não é algo rápido de ser lido, conta a história do filósofo considerado um dos mais mal compreendidos de todos os tempos. Por ter seu nome associado com Hitler, que o admirava, muitos o crucificaram. Mas de fato ele era amigo de um dos homens mais odiados do mundo?

[Resenha] Um Desejo para Nós Dois


Título Original: A Wish For Us
Título no Brasil: Um Desejo para nós dois 
Tradução de Flávia Souto Maior
Editora Planeta de Livros
#02

Outro dia conversando com um grupo de amigas literárias elas se surpreenderam porque eu nunca tinha lido Tillie Cole, de acordo com elas para quem ama Colleen Hoover era quase certo que me encantaria, então lembrei que tenho dois livros dela  e um deles esse que vou contar para vocês agora como me senti lendo.
Em Um desejo para nós Dois conheceremos Cromwell Dean que é um DJ no auge da carreira de música eletrônica com apenas 19 anos, ele se "esconde" por trás do que toca até conhecer Bonnie uma garota que ele vai vê-lo muito além do que as pessoas acreditam que ele seja, eu já esperava pelo drama mas também deixo aqui um alerta de que apesar da escrita da autora ser extremamente envolvente o livro tem uma pegada pesada, temas que podem servir de gatilho. Então se você está em um momento frágil não escolha essa leitura nesse momento. Não soltarei spoilers, e juro que estou me esforçando porque tem muita coisa aqui que gostaria de comentar com vocês e saber como se snetira ( para os que já leram). 

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Menina que via Filmes: Jumanji : Próxima Fase [Crítica]

Jumanji: Próxima Fase
Título original Jumanji : The Next Level
16 de janeiro de 2020 / 2h 04min / Aventura, Comédia
Direção: Jake Kasdan
Elenco: Dwayne Johnson, Jack Black, Kevin Hart, Karen Gillan, Awkwafina, Alex Wolff, Danny DeVito, Danny Glover, Madison Iseman, Morgan Turner, Nick Jonas, Ser'Darius Blain
Nacionalidade: EUA
Distribuidor: SONY PICTURES
Ano de produção: 2019
Tipo de filme: longa-metragem
Idiomas: Inglês
por Luciana Machado


Sinopse: Tentado em revisitar o mundo de Jumanji, Spencer (Alex Wolff) decide consertar o jogo de videogame que permite que os jogadores sejam transportados ao local. Logo o quarteto formado por Smolder Bravestone (Dwayne Johnson), Moose Finbar (Kevin Hart), Shelly Oberon (Jack Black) e Ruby Roundhouse (Karen Gillan) ressurge, agora comandado por outras pessoas: os avôs de Spencer e Fridge (Danny DeVito e Danny Glover) assumem as personas de Bravestone e Finbar, enquanto o próprio Fridge (Ser'Darius Blain) agora está sob a pele de Oberon.




Eu não era fã do filme Jumanji de 1995 (não sei o motivo e acabei nunca assistindo ao filme por completo), e torci o nariz quando ouvi a notícia que fariam uma versão deste filme (ainda mais quando vi imagens com uma única personagem mulher e com a roupa minúscula que ela usava). Mas acabei vendo Jumanji: Bem-vindo à Selva de 2017, e para a minha surpresa, eu adorei!!! Todas as vezes que esse filme passa na TV, eu acabo revendo. Achei ele divertido, sem pretensão nenhuma de ofuscar o clássico, e o visual da Ruby Roundhouse (Karen Gillan - Guardiões da Galáxia, Vingadores Guerra Infinita e Ultimato) acabou sendo justificado.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Menina que via Filmes: Os Miseráveis [Crítica]


Título Original: Les Misérables
Título no Brasil: Os miseráveis
16 de janeiro de 2020 / 1h 42min / Policial, Drama
Direção: Ladj Ly
Elenco: Damien Bonnard, Alexis Manenti, Djebril Didier Zonga
Nacionalidade França
por Cecilia Mouta


A arte é o que é porque consegue falar com diferentes épocas sobre as questões de seu tempo. A História, com H maiúsculo, se repete. E a arte está aqui para nos lembrar disso. 
Os Miseráveis é uma obra literária escrita pelo escritor francês Victor Hugo em 1862. Mais de um século depois, Ladj Ly desenvolve para o cinema uma versão atualizada da problemática do romance. 
O cenário agora é a França de 2018, clima de copa do mundo. Se por um lado, nos primeiros minutos de filme, o povo está unido pela paixão em comum pelo futebol, pelo sentimento compartilhado de patriotismo, é só terminar o evento para que as rachaduras na sociedade francesa se mostrem, pronta a eclodir a aparente paz social. 

Menina que via Filmes: Antologia da Cidade Fantasma [Crítica]


Título Original: Ghost Town Anthology 
Título em Português: A antologia da cidade Fantasma 
Diretor:Denis Côté
Elenco: Robert Naylor, Diane Lavallée,Rémi Goulet
Data de lançamento: 16 de janeiro de 2020
Nacionalidade:Canadá 
por Letícia Nascimento

Sinopse:

Simon Dubé morre em um acidente de carro em Irénée-les-Neiges, cidade pequena e isolada com uma população de 215 habitantes. Os moradores atordoados mostram-se relutantes em discutir as circunstâncias da tragédia. Daquele momento em diante, tanto para a família Dubé quanto para várias outras pessoas, tais como o prefeito Smallwood, o tempo parece perder todo o sentido e os dias se arrastam sem fim. Algo desce lentamente sobre a região. Nesse período de luto e nessa neblina, estranhos começam a aparecer. Quem são eles? O que está acontecendo?







A antologia da cidade Fantasma é um filme que vai te deixar totalmente vidrado na tela.
A morte de Simon deixa toda a pequena cidade Iréné-les-Neiges de 215 habitantes no Canadá totalmente espantada, não acontecia uma morte há muito tempo na cidade.
Depois da morte de Simon , a cidade que tenta levar a vida “normalmente” se recusando a discutir a morte do mesmo, até mesmo a família dele não fala sobre isso, ninguém sabe ao certo  o que realmente aconteceu se foi suicídio ou não. A própria  prefeita se recusa a receber ajuda ou a investigar o caso, pelo contrário ela vai até a família de Simon  e fala que eles podem falar com ela que serviria como Psicóloga ,amiga mas com o ar que não era para falaram sobre a morte com ninguém.
Com o passar do tempo coisas  estranhas vão acontecendo, animais encontrados mortos, barulhos, sombras que vão assustando os habitantes.
Esse filme impressiona muito porque tudo nele funciona no frio terrível  da cidade, os dias se arrastavam, a cidade era vazia e eles pareciam não aceitar o novo, pois  já estavam acostumados com aquela vida.
Engraçado que no início eu achei o filme  totalmente parado mas, com o decorrer da história eu percebi que é  isso que o faz ser fantástico.