domingo, 28 de fevereiro de 2016

[Resenha] Depois de Você @intrinseca

Título Original : After You
Título no Brasil : Depois de Você
Autora : Jojo Moyes
Editora Intrínseca
Número de págs: 318










Certas histórias são tão perfeitas que deveriam ser proibidas as continuações, posso comparar com livros lindos e únicos como E O Vento Levou ... afinal, o que teria acontecido com os protagonistas após a separação? Não se sabe, se imagina somente. Mas a sensação é a de que a autora cumpriu seu dever, o resto a imaginação de cada um faz.
Terminei essa semana de ler Depois de Você e mesmo com medo de saber o que acontece com Lou Clark após a morte de seu amado Will, eu obviamente por ter amado o Como eu era Antes de Você passei a continuação na frente achando que Jojo não me decepcionaria. Pois então, ela o fez.
Agora Lou trabalha como atendente de um bar em um movimentado aeroporto, mora sozinha e não teve ninguém fixo após a morte de Will, apenas um cara de uma noite só.
Sua vida é consolar pessoas com medo de voar, limpar banheiros e ficar com saudades do homem que por 6 meses fez sua vida ser completa. 
Sem ter muito contato com os pais, ela agora trabalha muito e volta para casa sozinha, é em uma dessas noites que ela passa muito mal e cai de uma altura considerável , na varanda de seu vizinho. Jojo gosta de um drama, a moça que já está quebrada por dentro agora está por fora, tendo que passar por cirurgias.Como acham que ela tentou se matar meio que a obrigam a participar de um grupo de apoio para pessoas que tentaram tirar a própria vida. E é lá que ela conhece Sam, talvez o único personagem bacana dessa continuação.
Por outro lado, a autora nos prepara uma surpresa que sinceramente deu vontade de fechar o livro e não continuar vendo a morte de uma linda história . 
ALERTA DE SPOILER!!
Gente, sabe quando você ama um personagem? Idealiza um príncipe, e ainda mais agora que morreu só imagina o como eles teriam sido felizes juntos se tivesse como reverter algumas coisas? Então...nesse caso a autora opta por nos apresentar o lado cafajeste de Will que não assumiu a filha com uma antiga namorada da faculdade. A filha, agora com 16 anos, é a personagem mais mala que Jojo poderia ter criado, se a intenção era irritar o leitor, ela conseguiu. A menina é mimada, culpa a mãe e o padastro , e pasmem, maltrata até o avô quando esse aceita a conhecer. 
O avô por sinal está prestes a ser pai novamente com sua esposa Della e claro está focado nessa nova fase de sua vida, mas a chatinha não entende e só quer atenção. 
O que também não entendo é como e porque Lou se apega tanto a uma garota que parece fazer tudo não por amor, mas sim porque quer chamar a atenção do mundo para si.
Entendo que talvez a intenção de Moyes fosse nos mostrar o como ficou Lou depois da morte da Will, mas  a história soa arrastada e sem elementos, o típico livro que não precisava ter existido.
Me impressionou muito que nada de bom tivesse saído de uma linda história de amor onde as dificuldades os uniram, a impressão que me dá é de que a gente se perde em um novo mundo do que teria acontecido com Will se estivesse vivo e de como ele não era tão perfeito assim. Ok, ninguém o é, mas não acabe com a mágica que criou com esse casa, Jojo, por favor!
Terminado o livro, só uma certeza, a de que vou continuar amando o primeiro e pensando que essa infeliz continuação não deveria ter acontecido.
Se você está se perguntando se deve ler, eu acho que sim. Até para dar sua opinião e para falar mal você precisa conhecer, certo? E depois quando publiquei algo em minha timeline sobre esse livro vi muita gente com a mesma sensação que a minha mas poucas pessoas vendo um lado bom nessa continuação. Leiam e me contem se concordam ou não comigo.


4 comentários:

  1. Eu ainda não li o primeiro, mas já imaginava o final. Agora eu tenho certeza.
    Vou ver o filme para ver se fico com vontade de ler o livro, se eu gostar, com certeza lerei a continuação, mas no momento vou ler os livros que estão na minha estante, já está lotada!

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  2. Não li o primeiro livro então não vou ler sua resenha,porque pretendo ler o 1º antes de ir ao cinema.
    xx

    ResponderExcluir
  3. Eu sou da seguinte opinião: fez o primeiro livro, deu certo? Não tente fazer um segundo!rs Poucos casos, claro, dão certo demais! Mas principalmente nestes que tem os finais doloridos, mexer numa segunda história acaba com a magia do final..isso mesmo que você falou no início..o simplesmente imaginar!
    Acabarei lendo sim, para ter uma opinião formada. Mas o primeiro livro é maravilhoso!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi Raffa.
    Lembro que li sua resenha quando ela saiu mas deixei pra vir comentar agora que li o livro e já fiz minha propria resenha.
    Depois de você chega a ser ridículo de tão desnecessario. A Louisa regrediu totalmente, ficou patética. A Lily é uma menina totalmente irritante. Enfim, tudo no livro me irritou sabe? Esse é o maior exemplo de que nem todo livro precisa de uma continuação. Vou continuar amando Como eu era antes de você também, mas gostaria de "desler" essa continuação.

    beijos

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)