quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Menina que via Filmes: Bata Antes de Entrar [Crítica]

Título Original: Knock Knock
Título no Brasil: Bata Antes de Entrar
Data de lançamento 8 de outubro de 2015 (1h 40min)
Direção: Eli Roth
Elenco: Keanu Reeves, Lorenza Izzo, Ana de Armas mais
Gênero Suspense

Nacionalidades EUA, Chile
Formato visto: Telecine Play


Não sei o que é pior: eu ter visto esse filme ou o Keanu Reeves ter aceito fazê-lo. Evan ( Reeves) é um pai de família, casado com uma artista plástica espanhola e com 2 filhos lindos. A casa deles parece de comercial de margarina. Como ele tem que entregar um trabalho acaba não viajando com a família o que o faz ficar somente com o cão em sua imensa casa de vidro. Um dia duas moças com roupas minúsculas tocam a campainha, solícito ele as ajuda a chamar um táxi e ainda empresta toalhas para elas se secarem.
Começa aí um jogo de sedução que não irá acabar nada bem. Por mais que ele tente fugir delas após tê-las deixado entrar não consegue. Assim as duas tiram toda a roupa e sabemos que aquilo não dará algo bom.
Incrível que não tenha uma voz na cabeça do ser que diga "É cilada, Bino!" e que o faça ele mesmo sair correndo e chamar a polícia, porque a sedução das moças é óbvio até para uma criança.
Claro que os três vão transar muito e óbvio que ele achou que a esposa não saberia nunca.
Acontece que as duas moças são muito loucas, elas não querem ir embora e quando ele finalmente as expulsa, elas voltam facilmente, o amarram e aí começa a sofrência. 
Gente, tinha tempos que eu não via um filme tão ruim,porque eu gosto de filmes tensos, de vingança...mas as duas agem como se tivessem algo para se vingar dele, o que não encontrei o filme inteiro. Desesperado ele mesmo diz para elas que foi bacana com elas, mas elas o agridem...é tão bizarro, que se a ideia do diretor foi mostrar a força das mulheres errou feio, me senti enojada de existir mulheres daquele tipo.

Fiz questão de ler muitas críticas e nos comentários alguns viram o que não foi provado em nada oficial, de que o personagem de Reever abusava da filha e elas por verem isso queriam se vingar. Mas da onde tiraram isso? Não vi cena alguma...
Talvez seja justificativa para encontrar desculpa para terem filmado essa porcaria.
Passem longe, por favor. 

4 comentários:

  1. Eu não gosto desse tipo de filme, ainda mais com um enredo horrível como você descreveu.
    Amei a resenha e como você detalhou, pode deixar que vou passar longe.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Rsrsrsrs
    Eu caí nessa porcaria há um tempinho. Como era do Keanu, pensei: Não pode ser ruim. Doce ilusão!!!
    O filme é uma sucessão de erros, de indignação, de revolta.
    Não dá pra entender nada e ainda sair da sala com uma sensação de asco.
    Não assistam, realmente!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Raffa!
    Nossa! Fiquei decepcionada...
    Adoro o Keanu Reeves e ele se sujeitar a fazer uma porcaria dessas, queima o filme dele, né?
    Afffffffffe!
    “Prefiro os erros do entusiasmo à indiferença da sabedoria.” (Anatole France)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Eu quase vi esse filme uma vez, mas li uma crítica e desisti de ver.
    Fiz a escolha certa ^_^

    Beijos :)

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)