domingo, 12 de fevereiro de 2017

Menina que via Filmes: A Qualquer Custo [Crítica]

Título Original: Hell Or High Water
Título no Brasil: A Qualquer Custo
Data de lançamento 2 de fevereiro de 2017 (1h 42min)
Direção: David Mackenzie
Elenco: Chris Pine, Ben Foster, Jeff Bridges , Gil Birmingham,
Gêneros: Suspense, Drama
Nacionalidade EUA

#32visto #33criticado

 É uma verdade que Jeff Bridges nunca mais perdeu os trejeitos de seu personagem no excelente Bravura Indômita mas nesse filme o sotaque justifica e a boca tora forçada também. Não por acaso ele concorre mais uma vez ao Oscar por sua atuação como o xerife prestes a se aposentar Marcus Hamilton.
Ao lado de seu fiel escudeiro Alberto ( Gil Birmingham, lembra dele em Twilight? O pai do Jacob!) que ele não cansa de fazer bullying, terão que desvendar o mistério de quem é a dupla de ladrões de banco que tem feito a festa no Texas. Vale ressaltar que os Estados Unidos mostrado no filme é a realidade de algumas cidades que mais parecem paradas no tempo, Texas é um estado onde  amam carros imensos antigos, homens usam chapéus e andam armados, um faroeste moderno. 
Nesse cenário temos or irmãos que são os assaltantes procurados: Tanner ( Ben Foster) e Toby ( Chris Pine). Os dois escondem até o final o real motivo de estarem assaltando bancos, pelo menos juntos, já que o mais velho, Tanner, saiu da cadeia há pouco tempo e é visível a diferença dele pro irmão mais novo, enquanto um sente pena das pessoas o outro atira sem pensar duas vezes, essa dúvida fica na cabeça até mesmo o xerife quando os encontra já que qual razão levaria um homem que nunca teve passagem pela polícia se juntar ao irmão que é exatamente tudo que ele nunca foi de errado.
 O filme tem sido muito comparado como a "América que votou em Donald Trump". Motivos? Os moradores do estado são mostrados como intolerantes, como disse acima o xerife de Bridges debocha da etnia - metade mexicana, metada índio- de seu parceiro, os rapazes ao assaltarem um banco ouvem de uma das vítimas: "Vocês são brancos, nem são mexicanos, porque estão roubando?". É como se tivessem parado no tempo, e de fato devem ter parado. Não há cenas com negros -não que me lembre- e a cena de uma garçonete que já deveria ter se aposentado há anos gera muitos risos, para provar também que de fato são tão tradicionais que no cardápio só aceitam servir o que mais pedem há anos.
Na terra do petróleo, com bancos lucrando cada vez mais os assaltos tem sede de justiça, mas eu deixo para vocês descobrirem o real motivo. É um daqueles longas onde você não sabe se torce para o mocinho ou para o bandido, não se tratando dos policiais mas sim de quem está sendo roubado. Vale a pena a ida ao cinema.  

6 comentários:

  1. Não vou dizer que seja um dos meus gêneros preferidos no cinema, mas tem história, Jeff e Pine. Então, já valeria a pena ver sim!
    Acho bacana isso,de poder ver cidades inteiras que ainda vivem como se no século passado, mas não é isso, são apenas..tradições!
    Verei assim que for possível e claro, torcer por um Oscar!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Eu não curto mto o gênero, mas como o maridão curte, vou tentar ver, parece legal...
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Achei o filme maravilhoso e com ótimas atuações. Ele nos leva a várias reflexões. Forte candidato ao Oscar. Bjs Andreia www.mardevariedade.com

    ResponderExcluir
  4. Raffa!
    O filme tem 'cara' de Western e nunca mais assisti um bom filme nesse estilo, se contar que amo o Jeff, na torcida por ele...
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Apesar de parecer bom, não me interesso em assistir. Tenho muita dificuldade em assistir filmes com esse ambiente Texas/Cowboy

    ResponderExcluir
  6. Não curto muito filmes assim, mas fiquei curiosa, de repente assisto um dia ^_^

    Beijos :)

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)