sábado, 24 de fevereiro de 2018

Menina que via Filmes: A Maldição da Casa Winchester [Crítica]























Título Original: Winchester: The House That Ghosts Built  
Título no Brasil: A Maldição da Casa Winchester
Data de lançamento 1 de março de 2018 (1h 40min)
Direção: Michael Spierig, Peter Spierig
Elenco: Helen Mirren, Jason Clarke, Sarah Snook 
Gêneros Terror, Biografia
Nacionalidades EUA, Austrália
#23

por Bianca Silveira



Sam Winchester e Dean Winchester são dois irmãos que caçam fantasmas, monstros e outros seres sobrenaturais… ops errei. Esses são outros Winchester. Bom na verdade o filme fala de uma casa amaldiçoada, a casa da família Winchester. Sarah Winchester (Helen Mirren) é herdeira e sócia de uma empresa que produz armas de fogo e que diz que é assombrada pelos espíritos dos mortos pelas armas produzidas por sua empresa. Ela vive em eterno luto após perder sua filha ainda bebê e seu marido.

Sarah começa a construir cômodos para abrigar esses espíritos que a perseguem. Sim ela constrói cômodos para abrigar as almas mortas pelas suas armas. Imagina o tamanho da casa, é gigante. São mais de 100 cômodos construídos diariamente, 24h por dia. A obra na casa não tem fim, afinal as mortes também não param. No filme Sarah alega que tenta ajudar as almas a seguirem em frente e que quando isso acontece o cômodo recém construído é destruído e dá lugar a um novo cômodo. Quando a alma não consegue se libertar Sarah tranca o cômodo para manter a alma presa.
Os sócios da empresa Winchester contratam Eric Price (Jason Clarke) para se certificarem de que Sarah ficou louca. Eric passa alguns dias na mansão gigantesca para fazer a avaliação mental de Sarah. Logo no primeiro dia Eric começa a ver coisas estranhas, mas acha que é fruto de sua imaginação. No entanto os problemas logo se intensificam e ele começa a perceber que Sarah pode não estar alucinando.
Baseado em uma história real a casa Winchester fica na Califórnia nos Estados Unidos e é considerada uma das mais mal-assombradas do país já que foi construída por sua dona com a intenção de “abrigar” os espíritos que a assombravam. O filme já apresenta uma história batida e é carregado de sustos aleatórios. Além disso o longa tem cenas completamente sem sentido como quando o tal do Eric tenta matar o fantasma, SIM, ELE TENTA MATAR UM FANTASMA ATIRANDO NELE. E ele chega à seguinte conclusão: “As balas atravessam ele” (Claro que atravessam, ele é um fantasma).
Com cenas como essa fica difícil defender. Apesar das tentativas de
susto, não é de “Jump Scare” que se faz um bom filme. Acho que vou voltar para a outra família Winchester que parece ser mais interessante.

* Nossos colunistas são voluntários e não recebem qualquer quantia do blog que não tem fins lucrativos.

* A opinião do filme ou das resenhas pertence ao colaborador que se compromete a enviar uma crítica de sua autoria para ser publicada no blog e divulgada nas demais redes sociais.

*Cabine de imprensa à convite da distribuidora.




















por Raffa Fustagno

Um filme baseado em fatos reais sendo de terror? Opa, claro que quis ver e levei muitos sustos mas o que vale a pena mesmo em ir ao cinema ver uma das melhores bilheterias do país esse mês é a atuação de Helen Mirren, ganhadora do Oscar.
Como Sarah Winchester, Mirren, sempre maravilhosa, já nos ganha nas primeiras cenas, ela é a dona de uma fábrica de rifles milionária, reza a lenda e ela acredita que a cada pessoa que é morta com as balas fabricadas por sua empresa ela deve fazer um quarto na imensa casa que mora, no filme já existem mais de 100 quartos onde supostamente moram esses fantasmas.
Mas algo vem tirando seu sono, literalmente, seu neto - ou sobrinho nem lembro o que o menino é dela- tem acordado de madrugada e agido estranhamente, como se estivesse possuído. Sua mãe faz de tudo para que ele volte ao normal, o que nos rende bons sustos.
Mas Sarah precisa provar que construir quartos 24 horas por dia não é razão para acharem que ela é louca e sim que ela está em plena faculdade mental.
Então ela contrata o médico viciado Eric ( Jason Clarke), um homem que perdeu sua esposa e que se entregou ao vício, ele aceita a oferta e vai morar na casa mas vai começar a ver muitas coisas e perceber que não são efeito das drogas que cheira e injeta.












O filme foi muito criticado porque esperavam que por ter Mirren fosse uma obra prima de terror, realmente não é melhor filme do universo, mas gostei das cenas, das histórias e para uma indústria que só tem causado polêmicas no atual governo de Donald Trump o fato de armas serem motivo para fantasmas aparecerem cobrando suas vidas, verídico ou não, é no mínimo curioso e faz pensar.
Achei bem legal o filme.



5 comentários:

  1. Primeira crítica que leio este filme(aliás, acho que nem saiu direito ainda esse longa nos cinemas). Mas não é meu gênero favorito. Admito, sou medrosa demais.rs e fujo de roteiros assim, onde sei que vou me assustar.
    Mas que eu ri na parte de atirar no fantasma, eu ri.
    Um ponto que me deixou "cabreira", foi a tal casa existir.
    Acabarei vendo(de dia, diga-se de passagem).rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Raffa!
    Triste ver 'matarem' uma saga como supernatural, fazendo um filme esdrúxulo desses, afe!
    Um maravilhoso final de semana!
    “Acredite que você pode, assim você já está no meio do caminho.” (Theodore Roosevelt)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Quero muito assistir só porque tem a palavra Winchester, haha, como não pensar naquela família maravilhosa mas pelo visto, sem expectativa.

    ResponderExcluir
  4. Oiii!
    Aah eu qro mto ver esse filme apesar de estar com um pezinho atrás mas msm assim qro tentar...

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Confesso que sempre lembrarei da série Supernatural por causa desse nome!!!
    Não fiquei com vontade de ver o filme, prefiro ver a série ^_^

    Beijos :)

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)