terça-feira, 5 de novembro de 2019

Séries que Amamos: Marianne - 1ª temporada [Crítica]





















Título Original: Marianne
Título no Brasil: Marianne
Desde 2019 / 45min / Terror (1a temporada)
Nº de episódios: 08
Direção: Samuel Bodin
Elenco: Victoire Du Bois, Lucie Boujenah, Tiphaine Daviot, 
Nacionalidade: França
Original do Netflix
por Gabriela Leão 


Emma Larsimon sempre teve os mesmos pesadelos, desde sua adolescência, e em todas as noites era a bruxa Marianne que lhe assombrava os sonhos. Para lidar com esse horror, Emma passa a escrever livros, no qual coloca Marianne como personagem, e cria uma heroína para enfrentá-la. Após muitas obras publicadas, e quando finalmente termina a saga de Lizzie Lark e Marianne, Emma recebe uma visita de uma amiga da adolescência, que lhe confronta com a loucura que a figura da bruxa pode causar, e faz com que Emma acabe por retornar à sua cidade natal, Elden, e encontrar outros horrores por lá. 
Marianne é uma série francesa de terror disponível na Netflix, tendo sua primeira temporada lançada neste ano de 2019. Traz uma trama bastante clássica de terror, ao ponto de cair no clichê: estamos lidando com uma bruxa, em todos os sentidos clássicos dessa assombração. Ainda assim, apesar de não trazer nenhuma inovação específica, vale assistir a série. São muitas as histórias de bruxas às quais temos acesso, mas em contrapartida, um grande número delas não é bem feita. Marianne é. 

O mérito da série esta justamente em manter o roteiro simples, Emma sempre sonhou com Marianne, e a única forma que encontrou de evitar os pesadelos foi escrever sobre a bruxa. Mas, ao fazê-lo, acabou por dar maior poder a entidade, e se vê presa nessa relação, principalmente quando retorna para sua cidade natal, onde tudo começou. A partir desse ponto, reencontrará velhas amizades, terá de lidar com seu passado, e assim enfrentará Marianne. 

Ou seja, nada de novo sob o sol, mas isso vem acompanhado de boas atuações, ou excelentes no caso de Mireille Herbstmeyer, ao interpretar Madame Daugeron, uma fotografia incrível, produção muito boa, e assim vai. A série é muito bem construída, o que nem sempre ocorre com terror, diversas vezes considerado um subgênero ao qual não se destina muito capital, apesar da enorme base de fãs do gênero. 
O que agrada em Marianne, para os amantes do horror, é a qualidade cinematográfica da série, por mais que traga uma história já conhecida. Até mesmo as viradas são previsíveis, mas ao menos a trama é bem executada, sem furos de roteiro. O que mais nos deixa curioso é o passado de Emma, como era o relacionamento com os amigos de Elden, e o porquê disso ter sido quebrado. 
A série aplica uma medida muito boa entre o humor e o terror. Há cenas divertidas, mas sem em nenhum momento quebrar o clima da série, a graça derivando do reencontro entre velhas amizades e das atitudes um tanto quanto inesperadas da protagonista, sem ser necessário o uso de algum alívio cômico. O terror também me agrada, por se apoiar poucas vezes em jump scare (é usado, mas não em excesso), e estar mais na tensão das cenas. 
Marianne é fácil de acompanhar e gostosa de assistir, apresenta de forma eficaz uma trama clássica de terror e, para aqueles que curtem o gênero, é um ótima para passar o tempo e relaxar assistindo. 

3 comentários:

  1. Eu preciso rever essa série..rs Pois vi ela recentemente por indicação de um canal que só fala de cinema e séries, mas mesmo sendo a medrosa da vez, não consegui achar graça na danada e não, nem me assustei..rs
    Achei bem fraquinha. Tudo gira em torno de uma sequência de livro que precisa ser escrita.
    Gostei não!rs
    Beijo

    Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Gabriela!
    Já tinha visto outros comentários sobre a série, porém não tive oportunidade ainda de assistir.
    Ando tentando tempo para acompanhar filmes e séries na Netflix, mas anda difícil, maridão monopoliza...kkkk
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Já tinha visto alguns comentários sobre essa série pela internet, algumas positivas, algumas negativas, mas como não gosto de terror, deixei passar kkkk

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)