quinta-feira, 5 de maio de 2022

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura


 Título Original: Doctor Strange: in the Multiverse of Madness

Título no Brasil: Doutor Estranho no Multiverso da Loucura

País: Estados Unidos

Ano: 2022

Direção: Sam Raimi

Roteiro:  Michael Waldron, Stan Lee

Elenco: Benedict Cumberbatch, Elizabeth Olsen, Chiwetel Ejiofor

Nota: 3/5

Por Amanda Gomes


No novo longa ‘Doutor Estranho no Multiverso da Loucura’, após derrotar Dormammu, enfrentar Thanos nos eventos de ‘Vingadores: Ultimato’ e ajudar na abertura do Multiverso em ‘Homem-Aranha: Sem Volta para Casa’, o Mago Supremo, Stephen Strange, e seu parceiro Wong, continuam suas pesquisas sobre a Joia do Tempo. Nesse meio tempo ele acaba encontrando tempo para ir ao casamento de Christine e tenta decifrar alguns sonhos estranhos que vem tendo. 


Mas enquanto está no casamento, ele percebe que um ser estranho tenta atacar a cidade, ou mais precisamente alguém. Uma jovem garota assustada, America, que por coincidência estava nos sonhos de Strange na noite anterior. Ele não sabe quem ela é ou o que faz ali. Ao interrogá-la, ele descobre que o sonho na verdade foi uma janela para outro universo. 


Intrigado pela jovem viajante do multiverso, Stephen sabe que a menina corre perigo e decide ajudar a protegê-la, enquanto continua procurando respostas para toda a existência do Multiverso. Ele decide que sozinho não é capaz de obter as respostas que precisa, manter America segura e ajudá-la a controlar os poderes. Isso o leva a pedir ajuda de Wanda. O que ele não conta é que a feiticeira talvez tenha outros planos para a menina. 


Depois da introdução do conceito de Multiverso no último filme da Marvel, teremos aqui uma olhada nesse novo fenômeno que já era tão conhecido nos quadrinhos e agora vem ganhando espaço nas telonas. Com isso, muito foi especulado sobre o que era de fato necessário para assistir e compreender o filme. E uma dica que posso sugerir aqui: nada é realmente obrigatório para entendimento, mas aconselho que procurem saber dos acontecimentos da série WandaVision, que é o que mais possui link direto para este novo longa. 




















Eu particularmente gosto muito dos filmes da Marvel e todo o universo cinematográfico que vem sendo construído, assim como também possuo afeição pelo Doutor Estranho e Feiticeira Escarlate. No entanto, a forma como eles foram utilizados nesta produção me incomodou um pouco. Deixo aqui de antemão que não possui nenhum conhecimento profundo dos personagens em matéria de HQs, logo a minha avaliação é feita somente com base no que foi construído nos filmes. 


Wanda é uma personagem que sempre foi um pouco subjugada nos filmes, teve uma trajetória completamente sofrida e marcada por diversas perdas. Ao ganhar sua série solo, podemos apreciar um lado um pouco mais leve e divertido da personagem, que com os últimos episódios já voltou logo para a forma que tem sido desenvolvida. Contudo, apesar de saber que a personagem havia sido corrompida devido ao uso do Darkhold, ainda assim achei que que forçaram muito uma personalidade bem contraste com o que foi apresentado na última produção em que ela apareceu.


Doutor Estranho que deveria ser o personagem principal do filme acaba perdendo espaço para a introdução de novos personagens, para a própria Wanda e para as algumas participações especiais contidas no filme. 


Apesar desses pontos que pesaram na hora de dar a minha opinião, Elizabeth Olsen e Benedict Cumberbatch estão excepcionais em seus papéis.


É inegável o quanto a Marvel sabe montar um bom fanservice, então para os fãs de carteirinha sem dúvidas essa será uma excelente experiência cinematográfica. Aqui teremos os clichês que já conhecemos tão bem e funcionam, que são cenas com seu humor característico, personagens de diversos universos que são queridos pelo público e cenas de ação


*Cabine presencial à convite da Assessoria

3 comentários:

  1. Todo essa universo da Marvel é bem distante de mim, pois não o acompanho.

    ResponderExcluir
  2. Assistirei o filme amanhã. As críticas não tem sido as melhores, uma pena.
    Só lamento ficarem linkando agora os filmes as séries, estão criando uma verdadeiro multiverso fora das telas.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu vou ver, isso é um fato! Não sei se vou entender, pois parece tudo tão complicado pra minha cabeça rsss
    Meu sobrinho falou que está maravilhoso!
    Beijo

    Angela Cunha

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)