terça-feira, 5 de novembro de 2013

Menina que via filmes : O menino do pijama listrado [ Crítica]

Título Original: O menino do pijama listrado
Título no Brasil: The boy in the striped pajamas
Direção : Mark Herman
Elenco : Vera Farmiga, Asa Butterfield, David Thewlis
Gênero : Drama
País : EUA / Reino Unido
Ano : 2008
Baseado no livro de John Boyne
Duração : 1h 34 min







   Alemanha, Segunda Guerra Mundial. O menino Bruno (Asa Butterfield), de 8 anos, é filho de um oficial nazista (David Tewlis) que assume um cargo importante em um campo de concentração. Sem saber realmente o que seu pai faz, ele deixa Berlim e se muda com ele e a mãe (Vera Farmiga) para uma área isolada, onde não há muito o que fazer para uma criança com a idade dele. Os problemas começam quando ele decide explorar o local e acaba conhecendo Shmuel (Jack Scanlon), um garoto de idade parecida, que vive usando um pijama listrado e está sempre do outro lado de uma cerca eletrificada. A amizade cresce entre os dois e Bruno passa, cada vez mais, a visitá-lo, tornando essa relação mais perigosa do que eles imaginam.

Se você pensa que filmes sobre o Holocausto já cansaram, você certamente não viu " O menino do pijama listrado". Baseado no livro de John Boyne lamento imensamente ainda não tê-lo lido! a linda história conta a vida de Bruno ( o maravilhoso Asa Butterfield, o menino de Hugo Cabret!) de apenas 8 anos que com sua ingenuidade típica das crianças da época não vê qualquer problema em ser amigo de um judeu que vive no campo de concentração próximo de onde sua família acabou de se mudar.
O pai dele, um frio oficial nazista vive as turras com a esposa - interpretada pela ótima Vera Farmiga - pois faz com que toda a família saia de Berlim e de mude para Polônia onde ele finge em casa que nada de ruim acontece com os judeus.
Aos poucos a família inteira vai descobrindo as maldades do campo de concentração e a filha é a única que apoia o pai, tanto Bruno quanto a mãe não veem os judeus como inimigos e nem aceitam as atrocidades feitas a poucos metros da casa onde moram.
Enquanto isso a amizade de Bruno e Schmuel ( o fofo Jack Scanlon) só cresce e o menino faz de tudo para não ficar longe do amigo.
 O filme é uma verdadeira lição de vida, a amizade os " inimigos" cresce sem que os pais de Bruno percebam e o final é surpreendente.
Forte e delicado recomendo um kleenex ao lado, porque é difícil não se emocionar com uma história dessas!


 

12 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Adoro filmes e livros que falam sobre o Holocausto.
    Eu li o livro já faz muito tempo, quero reler ele ano que vem. John Boyne sem sombra de dúvidas é um dos meus autores preferidos.
    Assisti ao filme algumas vezes e todas elas eu chorei horrores...

    ResponderExcluir
  3. Esse livro está em minha lista de leituras até o final desse ano. E quero muito assistir ao filme logo após a leitura.

    ResponderExcluir
  4. A muito tempo eu to doida pra ver esse filme ou ler o livro.Parece ser emocionante mesmo.Amizade entre crianças é a coisa mais pura que tem.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Raffa!!!
    Vixe amiga, só de ler a tua crítica já lembro das cenas e já choro... Acredita? Eu acho que é emoção mas pode ser tpm também... Menina, eu me apaixonei por esses dois pirralhinhos lindos... chorei tanto que fiquei com o nariz entupido... Comrpei o dvd e já revi mil vezes... mas cometi o mesmo pecado que você... ainda não li o livro... o.O ... é horrível mas as vezes acontece.

    Ameeeeeei!!!!
    beeeeeeeeeeeeijo

    ResponderExcluir
  6. Oi, Raffa!
    Não conhecia esse filme!
    Mas amei tua crítica, confesso que filmes assim me deixam meio deprê.
    Mas parece uma historia que realmente vale as lágrimas que venhamos a derramar. kkkkkk
    Vou procurar pra ver.

    Beijoss

    Meu Livro, Meu Mundo

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Eu sei que chorarei quando assistir e ler o livro e espero poder fazer isso logo.
    bj

    ResponderExcluir
  8. Nossa Raffa, também não li o livro, mas pelo que li da sua crítica, vou adorar!
    Não cando de ler / ver filmes/ livros fortes!
    Criançaé um ser puro, não vê maldade em nada!

    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  9. Eu não vi o filme Raffa, mas li o livro e é muito tocante a historia desses meninos, fiquei com vontade de ver o filme, mas não to num bom momento pra filmes assim, acho melhor eu esperar um pouco! Mas é um filme lindo, com toda certeza!

    ResponderExcluir
  10. Oii Raffa,
    Ainda não li o livro mais sou louca pra ler desde o dia em que vi o Bruno Mars falando que o livro "O menino do pijama listrado" era o favorito dele. E como eu sou super fã do Bruno e de livros não vejo a hora de ler.
    O filme deve ser emocionante mesmo, disso não duvido se tratando do tema abordado... espero não chorar mto quando assistir.
    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Olá Raffa,confesso que não li sua resenha,porque já tem um certo tempo que quero ver esse filme.
    Eu li o livro e super recomendo,é muito emocionante,sabe aquele livro que vc começa e quer ir até o final?é assim.
    Super recomendo,vc vai gostar.Bj.

    ResponderExcluir
  12. Não li o livro e nem vi o filme ainda..adorooo qnd eles englobam esse tema...vou procurar esse livro pra comprar e depois ver o filme ^^

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)