segunda-feira, 3 de março de 2014

[Resenha] A invenção das asas

Título Original : The invention of wings
Título no Brasil : A invenção das asas
Autora : Sue Monk Kidd
Editora : Paralela
Número de págs : 324








Quando um livro te prende de tal forma que você para de ler mas continua pensando nele, já vale a pena. No meu caso, mesmo já tendo lido muitos livros até mesmo com histórias verídicas sobre o tema de escravatura, esse me ganhou por muitas razões e pareceu tão verdade que por alguns momentos sofria junto com as personagens.
O livro que começa em novembro de 1803 com a menina de 11 anos Sarah ganhando uma escrava _ Encrenca - de aniversário para ser sua companhia . Contra a escravatura a menina se nega mas logo seus pais a proíbem de negar o presente. Em casa onde sua mãe teve muitos filhos, sobra pouco tempo para Sarah, que tem como obrigação costurar, tocar piano e ter todas as prendas para ser uma boa esposa.
Com cada capítulo narrado uma vez por Sarah e outra por Encrenca o livro ganha facilmente o leitor mas como o tema é delicado também sofremos quando a mãe de Encrena ou ela mesma sofrem nas mãos da mãe de Sarah, que diga-se de passagem não tem nada de boazinha.
Entre uma vida infeliz de escravo e uma vida infeliz de uma pessoa livre a autora nos mostra como nem sempre a felicidade dos livres é garantida, Sarah é exageradamente azarada no campo do amor.
Apesar de ser uma boa pessoa, ela recua quando vê que seus esforços de se tornar jurista como seu pai e seu irmão não dariam em nada.
Acompanhamos o crescimento das duas até os trinta e poucos anos, onde não se casar depois dos dezoito anos já era considerada velha.
Vibramos e lamentamos com as duas que aprendem que a vida é dura em diversos aspectos e palmas para autora que cria um cenário intenso mas com justificativas para amizade e rancor que cresce entre as duas.
Com vidas diferentes mas ligadas por uma casa , Encrenca e Sarah são contagiantes, não pela alegria mas pelo jeito que nos faz querer saber a todo tempo o que irá acontecer com elas.

Um livro maravilhoso do início ao fim. 

5 comentários:

  1. Nunca li nenhum livro com este tema. Gostei da resenha, pois falou um pouco do livro mas sem dar spoiler. Achei bastante interessante também o fato de a autora alternar entre os pontos de vista das duas personagens, Sarah e Encrenca (fiquei imaginando a motivação para esse nome). Me deixou curiosa para conhecer mais a história!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lys

      O livro é lindo e mágico, um tanto triste mas as duas tem uma força linda, vale a pena ler! Beijos

      Excluir
  2. Oi Raffa,

    Vi algo sobre esse livro hoje e fiquei curiosa, a resenha está maravilhosa e eu simplesmente adorei o nome da personagem "Encrenca", é sempre bom saber o ponto de vista dos principais personagens de um livro, ainda mais se esse livro prende a atenção do inicio ao fim

    ResponderExcluir
  3. Olá Raffa.
    Nossa ganhar de presente uma escrava? Que coisa!
    Nunca li esse livro e nem tinha ouvido falar dele, mas achei interessante.
    MARAVILHOSA RESENHA!
    Beijos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto de resenha. Meus parabéns! Amei a maneira que vc usou para se expressar, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura...a capa do livro é linda ela traz o universo como tema.
    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=78725243

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)