quarta-feira, 15 de abril de 2015

[Resenha ] Objetos Cortantes @Intrinseca

Título Original : Sharp Objects
Título no Brasil: Objetos Cortantes
Autora : Gillian Flynn
Editora Intrínseca
Número de págs : 254






Segundo livro que leio da autora - o primeiro foi o maravilhoso Garota Exemplar - e sua forma de escrever sobre pessoas que de comum não tem quase nada é sensacional. 
Dessa vez a protagonista gosta de se cortar, ela sente alívio cortando palavras em seu corpo. Recém saída de uma clínica e voltando ao seu trabalho como jornalista em um jornal de médio porte de Chicago ela é chamada pelo seu chefe Curry que lhe encomenda que volte a sua cidade natal para fazer uma matéria especial sobre duas jovens que foram assassinadas recentemente.
A princípio ela diz que não quer ir, mas depois topa e sem avisar chega na casa de sua mãe, que não falava há mais um ano. Sua mãe Adora  vive com o padrasto Alan e sua irmã Amma. Wind Gap é uma cidade do interior onde todos se conhecem, o xerife quando ela começa a investigar o caso não quer por lá, mas depois se convence de que sendo filha daquele local e de uma família famosa será difícil ter motivos para tirá-la da investigação.
Camille tem uma depressão dentro dela que emana por todas as páginas, não somente o fato de gostar de cortar-se e viver com marcas por causa disso, mas seu jeito de encarar o mundo e até mesmo sua família é de uma frieza que só vamos entender quando o mistério do livro é desvendado.
Em busca da verdade ela vai dormir com locais ( incluindo o policial Richard) , revirar seu passado e o da cidade e junto com ela vamos entender o como mentes doentias podem prejudicar todos que estão ao seu redor.
Se por uma lado a autora nos brinda com uma personagem que é fraca mas que a partir de certo momento demonstra uma força surreal para ver na cadeia quem fez aquilo com as meninas, por outro o vilão é facilmente descoberto na metade do livro e olha que sou péssima para descobrir essas coisas. Talvez a autora não quisesse mesmo manter  o suspense, mas somente formar o imenso quebra-cabeça de  uma família com distúrbios e uma cidade que é lotada de segredos. Forte e ótimo são os adjetivos que encontro para esse livro , 

4 comentários:

  1. Ando namorando esse livro tem um tempinho, mas por culpa da senhorita, tive que passar alguns livros na frente das compras :/ rs
    Também fiquei fascinada com a leitura de Garota Exemplar e a maneira como a autora narra suas letras e forma suas histórias..e pelo que li acima, este segundo livro não foge a isso..e com certeza, preciso ler urgente!!
    É um tema forte, o se mutilar..mas tão corriqueiro né?
    Quero descobrir os mistérios.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Eu estou doida para ler esse livro, ele está sendo muito bem comentado nas redes sociais, e eu fui na turnê intrínseca e a pessoa que falou dele me deixou com água na boca para ler.
    Ai vem você né dona Raffa e aguça mais ainda a vontade de comprá-lo rs
    Mais um para imensa lista de compras =)
    Adoro um mistério e vamos lá saber o porque da protagonista se mutilar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Amoo livros de suspense apesar de me deixar super ansiosa e com mta raiva kkk
    mais msm assim ainda gosto, esse deve ser daqueles mtoo bons,a historia e bem interessante, nao entendi pq q ela gosta de se cortar.. kkkk estou bem curiosa pra sabeer haha..
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Não gosto quando descubro o assassino logo na metade do livro, mas como você disse, talvez manter o suspense não tenha sido o objetivo da autora, e sim desvendar outros mistérios. Ainda não li Garota Exemplar e nem vi o filme, mas acho que vou até começar por esse porque me chamou mais atenção.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)