segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

[Oscar 2017] Tudo que rolou na noite mais confusa da história...





















A 89º edição do prêmio mais importante do mundo do cinema foi marcada de uma forma que ainda me dói acreditar que seja verdade. Em um ano onde o apresentador era bem sem graça e o discurso de todos era contra o atual presidente americano Donald Trump, a premiação de melhor filme teve um erro tão surreal que vamos deixar para o final.
O tapete vermelho lotadode de celebridades e os assentos do teatro com todos aqueles atores que amamos desde sempre. Era Denzel Washigton , Jennifer Aniston, Meryl Streep, e tantos outros que a gente nem sabia para onde olhar.
O primeiro prêmio da noite foi para Moonlight, merecidamente o ator Mahershala Ali levou para a casa a estatueta de melhor ator coadjuvante.
 Ele disputava com gigantes do cinema como Jeff Bridges! Não vaos seguir a ordem porque sinceramente não lembro, mas se querem saber o de melhor atriz coadjuvante ficou para a maravilhosa Viola Davis, o filme Fences ainda não estreou no Brasil. Ela fez um discurso tão lindo e emocionado e olhando para Denzel, seu parceiro no filme, que só isso já valia um Emmy.
 O prêmio de melhor animação ficou para Zootopia desbancando o queridinho Moana. Merecidamente La La Land papou todos os prêmios de música como melhor trilha sonora e melhor canção original para a linda City of Stars.
 A melhor direção ficou para Damien Chazelle, de La La Land, eu torcia para Mel Gibson por seu ótimo trabalho em Até o último homem. 
 No prêmio de melhor roteiro original o ganhador foi Manchester à Beira Mar , enquanto Moonlight ganhava mais uma de Melhor roteiro adaptado.
 Barry Jenkins emocionado agradeceu muito à Academia ( veja acima). 
Uma Jennifer Aniston deslumbrante como sempre subiu ao palco para homenagear Bill Paxton, o ator faleceu um dia antes e anunciar a parte que choramos muito de In Memoriam.
 Tivemos no palco os ganhadores do ano passado Leonardo Di Caprio, Alicia Vikander, dentre outros entregando os prêmios.
O melhor filme estrangeiro foi o ótimo O apartamento, seu diretor duplamente premiado mandou uma representante com o discurso contra Trump que proibiu turistas do Irã de entrarem no país. 
A melhor atriz ficou para Emma Stona em La La Land, o que eu achei injustiça mas minha timeline ficou feliz.
 O melhor ator da noite foi para Casey Affleck, o ator mal conseguia falar, muita gente achou que ele não merecia, certamente viram o filme errado ou nem viram o filme, apesar de amar Ryan Gosling entendo que fazer papéis felizes são sempre mais fáceis do que fazer um papel doloroso como de Casey. O irmão dele estava todo orgulhoso!
 O mico da noite viria infelizmente pelas mãos do ator Warren Beatty, com quase 80 anos em uma homenagem da academia a Boonie & Clyde eles colocaram ele ao lado de Faye Dunaway para lerem o prêmio de melhor filme. Ele disfarça, faz que não enxerga e passa para sua amiga que sem titubear anuncia "La La Land". Todos sobem ao palco, os atores, diretor, produtores...e no segundo agradecimento alguém abre o envelope e um dos produtores bem irritado diz "É Moonlight! Sobe aqui, isso não é uma piada!"mostrando o papel, na verdade arrancando das mãos de Beatty que estava bem constragido, com razão.
Moonlight sobe ao palco ainda atônitos, nem sabem como agradecer, e a cerimônica acaba. Nunca tinha visto isso na vida, mas ok...fiquei com pena de Moonlight que merecia uma premiação a altura. E claro da equipe de La La Land.
























                                                                                  
Melhor Filme
  •     Até o Último Homem (Hacksaw Ridge)
  •     A Chegada (Arrival)
  •     Estrelas Além do Tempo (Hidden Figures)
  •     Lion - Uma Jornada Para Casa (Lion)
  •     Manchester À Beira-Mar (Manchester by the Sea)
  •     Moonlight - Sob a Luz do Luar
  •     Um Limite Entre Nós (Fences)
  •     La La Land - Cantando Estações (La La Land)
  •     A Qualquer Custo (Hell or High Water)


Melhor Direção

  •     Damien Chazelle, La La Land - Cantando Estações
  •     Dennis Villeneuve, A Chegada
  •     Mel Gibson, Até o Último Homem
  •     Barry Jenkins, Moonlight - Sob a Luz do Luar
  •     Kenneth Lonergan, Manchester À Beira-Mar

Melhor Ator

  •     Casey Affleck, Manchester À Beira-Mar
  •     Andrew Garfield, Até o Último Homem
  •     Viggo Mortensen, Capitão Fantástico (Captain Fantastic)
  •     Denzel Washington, Um Limite Entre Nós
  •     Ryan Gosling, La La Land - Cantando Estações

Melhor Atriz

  •     Isabelle Huppert, Elle
  •     Ruth Negga, Loving
  •     Natalie Portman, Jackie
  •     Emma Stone, La La Land - Cantando Estações
  •     Meryl Streep, Florence - Quem é Essa Mulher?

Melhor Atriz Coadjuvante

  •     Viola Davis, Um Limite Entre Nós
  •     Naomie Harris, Moonlight - Sob a Luz do Luar
  •     Nicole Kidman, Lion - Uma Jornada Para Casa
  •     Octavia Spencer, Estrelas Além do Tempo
  •     Michelle Williams, Manchester À Beira-Mar



Melhor Ator Coadjuvante

  •     Mahershala Ali, Moonlight - Sob a Luz do Luar
  •     Jeff Bridges, A Qualquer Custo
  •     Lucas Hedges, Manchester à Beira-Mar
  •     Michael Shannon, Animais Noturnos (Nocturnal Animals)
  •     Dev Patel, Lion - Uma Jornada Para Casa

Melhor Roteiro Original

  •     A Qualquer Custo
  •     La La Land - Cantando Estações
  •     The Lobster
  •     Manchester À Beira-Mar
  •     20th Century Women


Melhor Roteiro Adaptado

  •     Moonlight - Sob a Luz do Luar
  •     A Chegada
  •     Um Limite Entre Nós
  •     Lion - Uma Jornada Para Casa
  •     Estrelas Além do Tempo

Melhor Música Original

  •     "Audition (The Fools Who Dream)", La La Land - Cantando Estações
  •     "Can't Stop the Feeling", Trolls
  •     "City of Stars", La La Land - Cantando Estações
  •     "The Empty Chair", Jim: The James Foley Story
  •     "How Far I'll Go", Moana

Melhor Fotografia

  •     A Chegada
  •     Moonlight - Sob a Luz do Luar
  •     La La Land - Cantando Estações
  •     Silence
  •     Lion - Uma Jornada Para Casa

Melhor Documentário de Curta-Metragem

  •     Extremis
  •     41 Miles
  •     Joe's Violin
  •     Watani: My Homeland
  •     Os Capacetes Brancos

Melhor Documentário de Longa-Metragem

  •     Fire at Sea
  •     I Am Not Your Negro
  •     Vida, Animada
  •     OJ: Made in America
  •     A 13ª Emenda



4 comentários:

  1. Raffa!
    Na minha opinião teve muita coisa errada nesse Oscar, como sempre, né? Mas quem sou eu para questionar a Academia e seus membros?
    Bom carnaval e moderação, hein?
    “Não basta saber, é preferível saber aplicar. Não é o bastante querer, é preciso saber querer.” (Johann Goethe)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Como citei num post hoje no blog, ainda não pude conferir o Oscar deste ano, mas farei isso ainda hoje para poder me atualizar de tudo.
    Sobre o mico,claro que li e ri muito.. Ano passado, Glória Pires mitou e pra variar, este ano veio um King Kong à altura..rs
    Espero poder ver também todos os filmes que concorreram.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Acompanhei um pouco do Oscar pelo seu instagram. ^_^
    Foi muito chato o erro no final, infelizmente vão lembrar desse ano pelo erro e não pelos acertos :(

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  4. Amei os prêmios para Viola, Animais fantásticos e Zootopia. E achei uma grande palhaçada esse erro tão grotesco. E o da mulher viva homenageada entre os mortos? Foi sério isso? Não sei qual foi pior

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)