segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Menina que via Filmes: Como se tornar o pior aluno da escola [Crítica]

Título Original: Como se Tornar o pior aluno da escola
Data de lançamento 12 de outubro de 2017 (1h 44min)
Direção: Fabrício Bittar
Elenco: Danilo Gentili,  Bruno Munhoz, Daniel Pimentel, Carlos Villagrán mais
Gênero Comédia
Nacionalidade Brasil
 






por Bianca Silveira


Inspirado no livro homônimo Como se Tornar o Pior Aluno da Escola o filme conta com a participação da lenda Carlos Villagrán, o Kiko de Chaves,sendo esse seu segundo filme da carreira. O primeiro foi durante a exibição do seriado mexicano.
Dois amigos adolescentes (Pedro e Bernardo) se envolvem em altas
confusões após encontrarem um caderno muito bem escondido no banheiro da escola. Esse caderno na verdade é um manual de como ser o pior aluno da escola, que ensina fazer bombas caseiras e milhares de técnicas de como colar nas provas. Para escapar de uma possível reprovação Pedro e Bernardo decidem ir atrás do dono do caderno e pedir sua ajuda. Claro que isso não daria certo e os meninos se envolvem em grandes confusões.

O filme tem muitas cenas divertidas, muitas cenas de brigas, como o próprio diretor e Danilo contaram, o filme tem tudo o que eles gostariam de ver em um filme de comédia.
Logo após a exibição do filme teve uma coletiva de imprensa com a presença do diretor e do Danilo Gentili, onde contou que nunca imaginou seu livro (2009) virando um filme, até porque o livro não tem história. O Diretor Fabrício Bittar entrou em contato com Danilo para falar sobre sua vontade de fazer um filme de seu livro, e disse que sempre teve vontade de fazer um filme para adolescentes de escola como os filmes que ele assistia na década de 80.
O grande nome do filme é o de Carlos Villagrán, esse é o segundo
filme da carreira de Villagrán, o primeiro foi o filme El Chanfle ainda na época de Chaves e o primeiro em que tem grande destaque. Outra grande participação é a de Moacyr Franco no papel de zelador da escola, que para Danilo é seu personagem preferido no filme. Quando perguntado sobre o quanto do Danilo tem no filme ele confessou ter muita coisa do que ele fez no livro, ele tem até hoje as anotações do tempo de escola presentes no manual do pior aluno. Gentili ainda guarda a caixa que aparece no filme com as coisas da época como a chave da escola onde ele ia aos finais de semana jogar bola com seus colegas. O ex-CQC fez questão de ressaltar que o filme está longe de ser autobiográfico, foram apenas alguns elementos emprestados.
BIANCA SILVEIRA E DANILO NA COLETIVA





*Bianca Silveira esteve na cabine de imprensa e coletiva oficial do filme à convite da Aliança de Blogueiros do RJ.  

3 comentários:

  1. estou ansiosa para ver o filme do danilo e já tenho o livro guardado em casa

    ResponderExcluir
  2. Bianca!
    Vou confessar que não lá muito fã do Danilo Gentili, porém amo filmes de comédia e talvez por isso, até possa assistir, ainda mais que é no ambiente escolar, etc..
    Bom que gostou e ainda tirou foto com ele, né?
    Legal!
    Desejo uma ótima semana produtiva!
    “Saber quando se deve esperar é o grande segredo do sucesso.” (Xavier Maistre)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  3. Olá Bianca.
    O filme parece que é divertidíssimo. Não sabia que o Danilo tinha um livro, estou de cara até agora com esta descoberta. Fiquei curiosa para ver o eterno Kiko em ação novamente.
    Beijos

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)