quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

[Resenha] Meio Sol Amarelo @cialetras

Título Original: Half of a Yellow Sun
Título no Brasil: Meio Sol Amarelo
Autora: Chimamanda Ngozi Adichie
Editora Companhia das Letras
Número de págs: 502
#177












Sabe toda vez que nos irritamos porque os americanos acham que  a capital do Brasil é Buenos Aires? Ou quando europeus só conhecem nosso futebol e respondem "Neymar" à pergunta de o que você lembra quando fala do Brasil? Imagino que seja esse um dos motivos da incrível Chimamanda sempre escrever sobre seu país. Aqui mesmo sabemos muito pouco sobre a história da Nigéria, nesse livro ela nos mosra o período da guerra deles com a Biafra, para ser muito sincera desde nova ouço a expressão "nossa, magra igual quem vem da Biafra" . Ou seja, sabemos que por lá falta comida para o povo.
O livro vai e volta no tempo e é narrado por 3 vozes: Richard é um inglês que ama a Nigéria e que quer muito escrever uma história no país, já Olanna é nigeriana mas faz parte de uma família com condições que é professora em uma faculdade e o terceiro é Ugwu, um menino muito pobre que será interligado à Olanna porque ela namora o homem que irá "comprar" o menino para trabalhar para ele. O namorado é também um professor universitário. 
Sim, isso é normal por lá, pessoas sendo tratadas como um produto.
Passado durante o período dessa guerra civil, o livro mostra o preconceito contra Olanna por trabalhar fora, afinal mulheres devem ser somente esposas e mães. 
Richard será interligado à história dos 2 porque se apaixonará pela irmã gêmea de Olanna.
O vai e volta pode confundir um pouco o leitor, mas a ideia principal está lá, entender os preconceitos disfarçados de cultura, saber mais sobre uma guerra que muitos de nós nem sabíamos que existiu, fora que o amor e decisões importantes terão que ser tomadas pelos 3 que tem momentos, nacionalidades e idades distintas o que permite que a autora brinque com 3 visões de uma mesma história.
Mais uma vez Chimamanda me ganhou!
Leiam essa autora incrível, por favor.

Para conhecer outros livros da autora já resenhados no blog:











4 comentários:

  1. Oi Raffa!
    Confesso que não conhecia a autora e nenhum dos seus livros mas vou procurar saber mais sobre eles.
    Esse vai e volta parace ser interessante !
    Bjus

    ResponderExcluir
  2. Já quero ler! Nunca ouvi sobre essa guerra, fiquei com vontade de conhecer mais sobre a Nigéria ^_^

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Raffa...
    Comecei a conhecer essa autora através do seu Blog... E já estou encantada com a escrita dela... Uma autora que valoriza seu país, sua cultura e traz à tona temas que devemos refletir... Com certeza quero conhecer mais de perto as obras de Chimamanda.
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  4. Só as capas instigam grandemente o leitor, amei sua resenha bem direta, a tempos vemos o preconceito dormindo do lado da cultura e são assuntos delicados, pois não sabemos onde começa e termina os dois, ou melhor a cultura é sempre vista como algo para se respeitar, mas o problema é quando tratamos o preconceito como cultura e não precisamos está em países do oriente médio para isso, basta ouvirmos uma piadinha de "Lugar de mulher é no fogão"

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)