segunda-feira, 21 de maio de 2018

Menina que via Filmes: Não se aceitam devoluções [Crítica]

Título Original: Não se aceitam devoluções
Data de lançamento 31 de maio de 2018
Direção: André Moraes
Elenco: Leandro Hassum, Laura Ramos, Zéu Britto mais
Gênero Comédia dramática

Nacionalidade Brasil











por Bianca Silveira
Juca Valente (Leandro Hassum) é um mulherengo daqueles que foge de casamento como o diabo foge da cruz. Um belo dia uma de suas inúmeras amantes aparece com uma criança e diz que ele é o pai, ela deixa a menina com ele e some. Desesperado para devolver a criança para a mãe ele descobre que a moça está em Los Angeles e voa até lá. Durante a tentativa frustrada de encontrar a mãe o inesperado acontece. Juca descobre um amor incondicional que nunca pensou que poderia sentir, isso aconteceu após ver sua filha em perigo e ter precisado pular de um prédio de 13 andares para salvá-la.

 Alguns anos depois Juca Valente ainda mora nos Estados Unidos e trabalha como dublê de filmes para sustentar Emma (Manuela Kfour), sua filha que agora tem uns 8 anos e ajuda o pai como tradutora já que Juca nunca conseguiu aprender inglês. Juca e Emma tem uma linda relação de pai e filha, porém Juca cria Emma em uma bolha.

A menina nunca soube que sua mãe a abandonou quando era criança, pois sempre recebe cartas semanais de sua suposta mãe dizendo que está em missões pelo mundo salvando a humanidade ao lado de super-heróis e ela não sabe que essas cartas são escritas pelo próprio pai para poupá-la do sofrimento de ter sido abandonada. Após anos sumida Brenda, a mãe de Emma, volta querendo conhecer sua filha deixando Juca preocupado. Brenda se apaixona por sua filha e decide entrar na justiça para conseguir a guarda de Emma e levá-la embora para Nova Iorque onde mora. Juca faz de tudo pela filha e até arruma um emprego “normal” em que não coloca sua própria vida em risco para convencer o juiz de que é capaz de ficar com a guarda de Emma.
O filme é uma mistura de drama com comédia, mais drama do que comédia. Leandro Hassum que já conhecemos bem como humorista, aqui assume um papel mais dramático, mas sem deixar o humor de lado. O longa é uma adaptação nacional do filme mexicano “Não Aceitamos Devoluções” que fez um grande sucesso nos Estados Unidos e na América Latina arrecadando mais de 100 milhões de dólares. Manuela está fofíssima como Emma e Leandro Hassum até consegue convencer um pouco como um pai apaixonado pela filha, no entanto a parte cômica é bem clichê e cheia de piadas previsíveis. Já a parte dramática fica por conta da disputa judicial em torno da guarda da menina e do plot twist do final que nos faz relembrar e refletir sobre todas as atitudes de Juca. O filme é leve e divertido, mas que também fala sobre as dificuldades de se criar um filho nos dias de hoje sozinho e em outro país. É sem dúvida um bom filme para assistir em família.


* Nossos colunistas são voluntários e não recebem qualquer quantia do blog que não tem fins lucrativos.

* A opinião do filme ou das resenhas pertence ao colaborador que se compromete a enviar uma crítica de sua autoria para ser publicada no blog e divulgada nas demais redes sociais.

*Cabine de imprensa à convite da distribuidora.

4 comentários:

  1. Oii!
    Aah esse filme deve ser mto divertido, não tem como pensa o ator fazendo drama, só de olhar a cara dle já se enxerga o bom humor, qro assistir!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Acabei vendo a versão mexicana deste filme já tem um tempinho e vou admitir que não sabia desta adaptação nacional. Mas gosto muito do trabalho do Hassum e pelo que li acima, ele cumpriu muito bem o papel.
    Pois além de partir para esse outro lado do drama, mesmo assim, ainda tem o bom humor.
    Verei!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Lendo a crítica logo lembrei já ter visto algo muito semelhante, não sabia que ia sair uma adaptação... Fiquei curiosa pra conferir!!

    ResponderExcluir
  4. Não dava nada pelo filme, mas fiquei interessada em ver ^_^

    Beijos :)

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)