segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Menina que via filmes : Somos o que somos [Crítica]

Título Original : We are what we are
Título no Brasil : Somos o que somos
Direção : Jim Mickel
Elenco : Bill Sage, Ambyr Childers, Julia Garner, Jack Gore
Ano : 2013
Gênero : Terror
País : EUA
Idioma : Inglês
Censura : 18 anos

Duração : 1h 45 min


Esqueçam os últimos filmes de terror que vocês tenham assistido. De acordo com a crítica é um dos filmes mais impressionantes dos últimos tempos.
Pulemos para o trailer, desde que o vi fiquei com imensa vontade de assistir o filme, uma família que tinha um segredo, mortes aconteciam e gritos sinistros encerravam o mesmo.
Assistir ao filme " Somos o que somos " no cinema é um presente para quem curte ao gênero, não imagine que é algo como " Os outros" ou " O sexto sentido". Porque não é. Nem espere que tenha exorcismos, porque o terror dele é muito pior e beira o fanatismo da mente humana. Logo no início uma mulher está tensa em um mercado, o dono do local avisa que a tempestade que vai cair será ainda pior do que chuva que cai no momento. Ela parece tensa, aérea e então ao sair do estabelecimento algo lhe acontecesse.

Conhecemos a família dela, seu marido Frank Parker ( Bill Sage) é um sujeito estranho, de poucas palavras que treme as mãos e que quer manter sua família a rédeas curtas, com tradições que nada tem a ver com os dias atuais. Na casa vivem seus três filhos, a mais velha é Iris ( Ambyr Childers), a do meio com 14 anos se chama Rose ( Julia Garner) e o menor que aparenta uns 8 anos é Rory ( Jack Gore); todos obedecem o pai, o espectador não entende qual mistério aquela família esconde, mas todos na casa exceto o menino, entendem que devem agir como o pai manda pois assim estão destinados.
O que logo percebemos é que pessoas tem sumido nas tempestades, um médico local que já teve sua filha sumida anos atrás desconfia que os sumiços tenham por trás a mesma pessoa, mas os locais nem imaginam quem seja.
Enquanto na casa, o clima é de tensão pois está chegando o dia do cordeiro, a filha mais velha tem que assumir o lugar deixado pela mãe e quando descobrimos o que ela tem que fazer e o que de verdade se passa com aquela família sentimos um frio na barriga e na sala de exibição as pessoas se mexem inquietas.
As cenas não são simples, não há qualquer colher de chá quando nos apresentam a verdade, fiquei impressionada com o roteiro, a direção e a atuação desse elenco de desconhecidos do grande público mas que dão um show em perfeita sintonia com o ambiente de terror que se quer mostrar.

Não há tempo para julgarmos, não há qualquer explicação mais plausível para o que acontece mas o espectador pode tirar sua própria conclusão a cada morte que aparece.
E concordando com os críticos, completo, que há muito tempo não via um final tão assustador, não ache que é de meter medo tipo o primeiro Exorcista, mas sim, um final impressionante que certamente vai ficar na memória de quem assistir esse filme.

7 comentários:

  1. Você ama mesmo filmes de terror, né Raffa! Tenho vontade de assistir após suas críticas, mas tenho medo, pois fico impressionada.
    Quem sabe... Fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline

      Amo sim, nossa tem uns que são mesmo incríveis, como esse, que nem sei se chega a ser terror porque quando descobrimos o mistério...nossa, queria contar..mas vale a pena ver hahah

      beijos

      Excluir
  2. Esse não vai dar pra mim..já fiquei assustada lendo sua crítica.Bj.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eva

      hahaha essa foi boa! Mas o fina é incrível..pena que não posso contar :(

      Excluir
  3. Desde já..já quero ver esse filme!!!!! quero saber qual o misterio dessa família e o porque das pessoas desaparecerem e fiquei mais curiosa ainda com esse dia do cordeiro!!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anne

      Vale MUITO a pena!! O final é sensacional *-*

      Excluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)