quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Menina que via Filmes: De Volta Para Casa [Crítica]
















Título Original: Home Again
Título no Brasil: De Volta para Casa
Direção: Hallie Meyers -Shyer
Elenco: Reese Whiterspoon, Michael Sheen, Nat Wolff, Pico Alexander, Lake Bell
País: EUA
Gênero: Comédia, Drama
Duração: 97 minutos
#100assistido
#101criticado


por Bianca Silveira

Desde que conheci a Reese, digo, desde que não conheci, já que ela me ignorou confesso que tenho implicância com seus filmes. Mas dessa vez tenho que admitir: gostei do filme. Acho que muitas mulheres casadas que estão se divorciando ou que tiveram longos relacionamentos irão se identificar com sua personagem. Terminar um relacionamento muito longo é sempre muito difícil, ainda mais se tem filhos envolvidos. Sempre bate uma insegurança se está fazendo a coisa certa, mesmo que o ex não tenha sido um bom marido.

O filme mostra a história de Alice Kinney (Reese) casada, mãe de duas filhas e que está se divorciando do marido. Ela acaba de se mudar para Los Angeles, para a casa de seu falecido pai onde cresceu. No dia de seu aniversário de 40 anos ela sai para comemorar com suas amigas, e acaba conhecendo Harry (Pico Alexander) e mais dois amigos. Eles são três jovens cineastas que estão em L.A. tentando patrocínio para lançarem seu filme. Ela acaba se envolvendo com Harry e o leva com seus amigos para sua casa após uma noite de bebedeira. Ao acordarem eles acabam conhecendo suas duas filhas e a mãe de Alice. Eles se dão tão bem que a mãe de Alice os convida para se hospedarem em casa.
Com o passar dos dias eles se dão muito bem. Os rapazes ajudam com as meninas, dão conselhos para Alice, apesar da diferença de idade e ela se envolve cada vez mais com Harry.
De repente o ex-marido de Alice aparece querendo reatar o casamento e que está com saudade da família.
É interessante ver como os 3 rapazes se mostram bem maduros e protagonizam cenas de muita fofura ao ajudarem com as meninas. Já o ex de Alice parece que não cresceu tanto assim.
Alice fica muito insegura por causa da diferença de idade entre ela e Harry e também muito dividida quando seu ex-marido aparece querendo reatar o casamento

*Esse filme foi um convite da Aliança de Blogueiros do RJ, Bianca Silveira assistiu na Paramount Pictures no dia 09 de outubro. 


Minha opinião ( Raffa Fustagno) 
Sim, agora vocês terão em alguns filmes 2 visões, a da Bianca ou do Reinaldo que tem ido nas cabines de imprensa, e a minha que falarei abaixo. Acho que dessa forma não é necessário fazer 2 postagens, eu volto na primeira postada para inserir o que achei :) 

Assistir um filme com Reese no papel principal, ainda me faz lembrar que depois do fora que ela deu em mim - leiam no meu livro!- eu prometi que não pagaria mais para ver nenhum filme dela. Mas aqui estou, não só pagando como assistindo e gostando muito de algo que ela é protagonista.
Por mais que alguns pontos do filme não encaixem, o que queremos ver em uma comédia romântica, temos. Alice ( Reese) é filha de um famoso cineasta falecido, sua mãe era a estrela dos filmes ( a  ótima Candice Bergen). Ela acaba de se mudar de NY com duas filhas pequenas e extremante fofas para Los Angeles, onde seu pai lhe deixou uma casa incrível. É o seu aniversário de 40 anos e ela não tem um emprego bom, se separou do ex marido há 5 meses e não sabe de verdade como ficará sua vida, mas nada disso a deixa de cama, ela finge que está tudo ótimo.
Até que ela vai a um restaurante comemorar seu aniversário e conhece 3 rapazes na faixa dos 25 anos que estão tentando a vida em Los Angeles com uma produção. Harry ( Pico Alexander) é extremamente charmoso e os dois acabam na casa dela, onde aliás os amigos dele também irão passa a noite.
Claro que a confusão está armada, lógico que de alguma forma por mais surreal que possa parecer  a ideia de colocar na casa de hóspedes 3 estranhos que acabou de conhecer, ela aceita tudo isso. Sim, como disse ela tem 2 meninas em casa.
Mas aqui não é RJ TV para ter desgraça, Alice vai cada dia mais se apaixonar pelo Harry, ele vai continuar muito irresistível e as filhas vão amar a companhia dos rapazes, só achei o papel de Nat Wolf desnecessário, ele age de uma forma bem ridícula boa parte do tempo.
Apesar de não estar se dando bem com a única cliente que tinha - ela é decoradora- Alice tenta virar a página mas então o ex Austen ( Martin Sheen fazendo um papel super bobo que parece um teenager não um pai de família).
O filme é fofinho e divertido, as meninas falam diálogos muito engraçados e você sai do cinema leve. 
Não é para isso que serve o tal entretenimento?
Dou 4 claquetes!

4 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Eu gosto muito da Reese desde aquele filme que ela está em coma (não lembro o nome hehe). Achei bem legal a sinopse do filme, e também como você disse, retrata a realidade de muitas mulheres que passam por divórcio e tem que lidar com ex babão. Quero assistir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Raffa!
    Gosto muito da Reese Whiterspoon, embora não soubesse que ela era tão 'metida a besta', mas ainda assim, o filme parece ser bom e divertido, assistir não custa nada afinal, ver uma história do cotidiao que acontece com muitas mulheres é sempre importante.
    Um final de semana alegre e feliz!
    “Não há nada que faça um homem suspeitar tanto como o fato de saber pouco.” (Francis Bacon)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  3. Gostei de ver as 2 criticas num post só.
    Não fiquei muito interessada em ver o filme agora, estou mais interessada em filmes de ação no momento.
    Mas de repente eu vejo no futuro ^_^
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  4. Já li a história de quando vc não a conheceu mas eu preciso dizer q gosto mto da Reese e de seus filmes. Apesar de estranhar um pouco essa questão de colocar três homens assim, em casa, sem mais nem menos, quero assistir ao filme sim!!!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)