quarta-feira, 13 de junho de 2018

Menina que via Filmes: O Caminho dos Sonhos [Crítica]

Titulo Original: Der Traumhafte weg
Titulo em Português: O Caminho dos Sonhos
Data de Lançamento: 14 de junho de 2018(1h 21min)
Direção:  Angela Schanelec
Elenco:  Miriam Jakob, Maren Eggert, Phil Hayes, Miriam Horwitz, Leo Heim 
Gênero: Drama, Romance
Nacionalidade: Alemanha 



por Letícia Nascimento

Sinopse: Theres e Kenneth são jovens, quando se encontram pela primeira vez em suas férias de verão na Grécia. Eles se apaixonam um pelo outro, mas isso não pode impedir a separação próxima. Trinta anos mais tarde, em outro país - outro casal. Ariane deixa o seu marido David, porque ela não o ama mais. Ambos os caminhos levam a Kenneth e Theres, que finalmente se encontram novamente.

Nesse exato momento em que escrevo essa crítica, meus pensamentos estão nesse filme, porque até agora ele me deixou com uma pulga atrás da orelha e com muita dúvida em relação aos personagens. Mas eu acredito que o público vai gostar muito porque ele aborda  o passado e o presente, desencontros e reencontros em relação aos personagens. 
O filme  começa no ano de 1984 contando a história de Theres e Kenneth que são dois jovens que cantam nas ruas da Grécia para financiar suas férias e acabam se apaixonando, no entanto pelos acasos da vida precisam se separar, trinta anos depois eles se reencontram mas nem tudo pode ser como era antes. 

Apesar de eu ter achado esse filme subjetivo demais e sendo bem sincera achei que deixou muitos pontos soltos e muitos porquês na minha cabeça eu acredito que esse era o intuito dele ao mesmo tempo abordar os desencontros e as voltas que nossas vidas dá, e ao mesmo tempo nos mostrando que alguma hora nosso passado e presente vão se conectar. 
Saindo um pouco da história de Theres e Kenneth, em outro país Arianne , uma atriz,  decide se separar de seu marido David porque não estava feliz no casamento e não conseguia mais se conectar com o marido. 
A história do casal  me chamou bastante atenção e confesso que para mim  essa parte no enredo do filme foi perfeita porque ela mostra como é esse processo de aceitação que você não ama mais uma pessoa a quem você  acreditou que iria  amar para sempre, tanto que tem uma parte no filme quando ela fala para ele que não o ama mais e ele diz: "Mas eu te amo, o que eu faço?" Isso me chamou bastante atenção porque nesse momento ela teve que decidir o que era melhor para ela e apesar de ter uma pessoa que te ama as vezes isso não é o suficiente, as vezes isso não basta. 
Como eu disse esse filme me intrigou demais e até agora penso bastante nele tentando entender mais o enredo do longa, com certeza irei assistir de novo e prometo a vocês uma crítica 2.0 para falar sobre o que achei sobre ele assistindo pela segunda vez.  

O Caminho dos sonhos é um filme de nacionalidade alemã e aborda desencontros e encontros e que as vezes eles não são bons, mas acima de tudo eu acho que ele fala sobre o caminho que todos nós percorremos para realizar nossos sonhos seja ser um cantor ,ter um amor na nossa vida ou simplesmente buscar um caminho para sermos nós mesmos,  confesso a vocês que a cena final de Theres e Kenneth mexeu comigo, o olhar deles dizia tanta coisa e ao mesmo tempo nada ficava claro e aquele final me deixou curiosa  sobre o que aconteceu com Theres e o David. As histórias em certo momento se entrelaçam de uma forma única que deixa o espectador surpreso.  Eu darei 3 Claquetes  para o filme, mas eu acho que é um longa que você tem que ver porque ele aborda muito sobre o sentimento e a expressão dos personagens te diz exatamente o que estão sentindo, por essa razão posso não ter parecido muito clara no como me senti em relação ao filme, mas é porque dessa vez o cinema alemão me deixou pensando no como os personagens agem, no como as escolhas que fazemos são importantes e o suspense sobre alguns fatos, o não mostrado mas subentendido fazem desse filme um longa que merece ser visto com atenção,  por favor assistam.

Nossos colunistas são voluntários e não recebem qualquer quantia do blog que não tem fins lucrativos.

* A opinião do filme ou das resenhas pertence ao colaborador que se compromete a enviar uma crítica de sua autoria para ser publicada no blog e divulgada nas demais redes sociais.


*Cabine de imprensa à convite da distribuidora.
  

5 comentários:

  1. Oi, Letícia.

    O enredo chama mesmo a atenção, por nos apresentar dois momentos diferentes, duas situações diferentes, mas que retrata bem essa fase de descoberta na vida de um casal, que é algo presente na vida de muitas pessoas.

    E, é claro, o reencontro do casal Theres e Kenneth acaba se tornando algo muito esperado ao longo do filme.

    ResponderExcluir
  2. Tão gratificante quando a gente é surpreendido por alguma coisa, ainda mais se isso vier em forma de cinema.
    Acostumamos tanto a ver somente o cinema americano, nos esquecendo por vezes, que há muito o que ser explorado em outras culturas e o cinema abre tantas portas.
    Ainda não tinha visto nada a respeito deste filme,mas como amo filmes que retratam sentimentos, perdas e principalmente reencontros, claro que assim que for possível, tentarei ver!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. A história me pareceu comum mas se bem abordada com certeza deixa mensagem. Nesses encontros e desencontros da vida sempre torço para que o casal fique junto. Gosto de finais felizes mas se isso não ocorre e deixa pontas soltas como tu falou, o filme me deixa um vazio triste, quase angustiante. Por ser nacionalidade alemão seria uma experiência bacanspois vira e mexe se cai nos americanos né? Boa dica.

    ResponderExcluir
  4. Fiquei com vontade de ver o filme, to muito curiosa em saber como termina, e como que esses personagens se entrelaçarão.

    Beijos ^_^

    ResponderExcluir
  5. Letícia!
    Gosto de filmes assim, com flash backs do passado, ainda mais quando o passado são os anos 80, auge da minha adolescência.
    Pena que muitas coisas coisas ficaram no âmbito subjetivo, mas acredito que até isso seja bom para filosofarmos.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)