domingo, 16 de setembro de 2018

Menina que via Filmes: 10 Segundos para Vencer [Crítica]


Título Original: 10 Segundos para Vencer
Data de lançamento 27 de setembro de 2018 (2h 00min)
Direção: José Alvarenga Jr.
Elenco: Daniel de Oliveira, Osmar Prado, Ricardo Gelli mais
Gêneros Drama, Biografia
Nacionalidade Brasil












por Cecilia Mouta

10 Segundos para vencer conta a história real de Eder Jofre, o maior lutador de boxe brasileiro e um dos dez melhores da história mundial. 
O início do filme nos ambienta na sua infância difícil, Kid (Osmar Prado), seu pai, treinava seu tio Zumbanão (Ricardo Gelli), que também era lutador profissional. Mas Zumbanão não tinha disciplina nenhuma, vivia bebendo e arrumando briga na rua. Numa dessas brigas, perdeu a oportunidade de fazer a primeira luta fora do Brasil e acabou com a sua carreira.

O tempo passa, Eder cresce, começa a namorar Cida, e as decisões sobre sua carreira precisam ser tomadas. Após um triste acontecimento em sua família, Eder decide se dedicar totalmente a sua carreira de lutador.
Daí em diante, somos levados a acompanhar sua trajetória vitoriosa e as loucuras que ele e seu pai, que era seu treinador, precisavam fazer para atingir as metas de peso para as lutas. Vemos surgir a grande carreira de Eder Jofre, mas também acompanhamos suas dificuldades na vida pessoal, com seu casamento e seus filhos.
A direção de José Alvarenga Jr. conta a história muito bem. Nos ringues, então, a câmera frenética e ângulos inusitados nos colocam dentro da luta, como se estivéssemos batendo junto com Eder, ou apanhando. As atuações estavam todas muito boas, mas Osmar Prado estava genial. 

O único ponto a reclamar é que achei o filme longo. Faltou um pouco de dinâmica para contar a história, talvez cortar algumas cenas ou contá-las de forma mais rápida. Talvez tenha sido questão de montagem. Em alguns momentos a narrativa torna-se cansativa, mas nada disso compromete a qualidade da história. 10 Segundos Para Vencer é mais um filme nacional de qualidade que estreia nos cinemas e vale a pena conferir. 

3 comentários:

  1. Que bom um filme nacional de qualidade! 👏👏👏👏👏👏

    ResponderExcluir
  2. Estava olhando este filme esta semana e mesmo não sendo sobre um assunto que eu entenda ou até goste, adoro biografias e todos nós sabemos o peso que Éder tem não só para o boxe, mas também para o esporte no contexto geral!
    Verei com certeza!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi Raffa!
    Uma pena não ser um filme que eu curta assistir, não leio e nem vejo filmes de biografias, mas é bom ver que filmes nacionais estão melhorando e sendo bem vistos.
    Bjs

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim! Me diga o que achou dessa postagem e se quiser que eu visite seu blog, informe o abaixo de sua assinatura ;)